Caiado sanciona lei que regulamenta vaquejada como atividade desportiva e cultural em Goiás

A proposta foi aprovada em segunda votação na AL no dia 21 do mês passado (Acervo: Agência Brasil)

Nesta terça-feira, o governador Ronaldo Caiado (DEM) sancionou lei de autoria do deputado Henrique Arantes (PTB), que regulamenta a vaquejada como atividade desportiva e cultural em Goiás. A proposta foi aprovada em segunda votação no dia 21 do mês passado.

A presidente da Comissão Especial de Proteção e Defesa Animal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-GO), Pauliane Rodrigues da Silva, criticou a decisão. Ela defende que o correto é prezar pela vida do animal, não causar sofrimento, como acontece na vaquejada. A advogada vai se reunir com a comissão para avaliar o que pode ser feito para inviabilizar a lei.

Na vaquejada, dois homens montados em cavalos perseguem um boi com o objetivo de derrubá-lo puxando-o violentamente pelo rabo. Em outubro de 2016, o Supremo Tribunal Federal (STF) julgou inconstitucional uma lei estadual do Ceará que regulamentava a atividade como prática desportiva e cultural.

No entanto, em novembro do mesmo ano, o presidente Michel Temer sancionou uma lei que elevou a vaquejada à manifestação cultural.

16 COMENTÁRIOS

  1. David, difícil entender! Como é possível regulamentar um PL se nem lei ainda é e, por sua vez, não sendo lei, não foi sancionada? De onde você tirou isso? Qual a lei?
    Além do mais, o artigo 225 da CF 1º / VII VETA todos os tipos de maus-tratos aos animais. Isso é pior que maus-tratos: é crueldade!
    Gostaria que você me respondesse qual sua fonte de pesquisa e que PL é este. Pode ser?
    Gilberto Pinheiro/jornalista, palestrante em escolas, universidades sobre a senciência e direitos dos animais.

  2. Inacreditável este País!
    Só para lembrar, a vaquejada – e similares, submete animais a tratamento violento e cruel, o que contraria o artigo 225, parágrafo 1º, inciso VII, da Constituição Federal, o qual protege a fauna e a flora, vedando as práticas que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais a crueldade.

  3. Achei que tudo isso era já extinto, rodeio, vaquejada e outros, podiam ser eles, que assinaram no lugar dos animais, para entenderem o que cultura. Parece que estão retrocedendo.

  4. EM PLENO SÉCULO XXI , ESTAMOS VENDO POLÍTICOS RASGAREM A CONSTITUIÇÃO PARA REGULAMENTAR UMA ATIVIDADE VIOLENTA QUE COLOCA EM RISCO A SAÚDE E A VIDA DOS ANIMAIS…. A VAQUEJADA É COISA DE BÁRBARO, DE GENTE SEM NOÇÃO ,
    DESUMANA …JAMAIS PODERÁ SER CONSIDERADA ATIVIDADE CULTURAL OU ESPORTIVA….

  5. Caiado, você cair no lago de fogo e enxofre que tem lá no inferno, maior diversão pra gente desumana como você. Crueldade animal não é cultura, não é divertido na opinião de pessoas normais. Mas você é mais um ser desprezível, de mente doente e assassino em liberdade nesse planeta, que vive para a infelicidade dos animais.

  6. Gostaria de saber o que leva um lixo humano desses, considerar vaquejada um esporte?
    Por que ele não se põe no lugar do boi pra sentir o que o animal sente?
    Ou não é macho pra isso?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here