Universidade de Cambridge reduz emissões de carbono tirando carne vermelha do cardápio

Medida que foi implementada como parte da Política de Alimentos Sustentáveis de Cambridge, já representa um corte de emissões de carbono de 10,5%

Com um compromisso iniciado em 2016, a instituição começou a oferecer mais opções de pratos à base de plantas, incluindo diversidade em ofertas de proteínas de origem vegetal (Foto: UCS)

A tradicional Universidade de Cambridge, situada no leste da Inglaterra, está reduzindo suas emissões de carbono tirando a carne vermelha do cardápio. Com um compromisso iniciado em 2016, a instituição começou a oferecer mais opções de pratos à base de plantas, incluindo diversidade de proteínas de origem vegetal.

De lá pra cá, a medida que foi implementada como parte da Política de Alimentos Sustentáveis de Cambridge, já representa um corte de emissões de carbono de 10,5% e envolve a oferta de alimentos em 14 pontos de venda e em mais de 1,5 mil eventos realizados anualmente pelo serviço de catering da instituição (UCS).

Dados da instituição coletados pelo jornal britânico The Independent revelam que a mudança já trouxe uma redução de 33% nas emissões de carbono por quilograma de alimento e redução de 28% no uso de terra por quilo de alimento.

“As opções veganas e vegetarianas também foram estrategicamente disponibilizadas na cantina a fim de estimular os clientes a comprá-las em vez das demais opções”, enfatiza o Independent.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here