Mayim Bialik publica vídeo explicando como é possível criar crianças veganas

"Digo aos meus filhos que vale a pena fazer sacrifícios por um bem maior"

“Ao contrário do que o lobby da indústria da carne e dos laticínios dizem, que decidem o que nós devemos comer, as crianças podem se desenvolver muito bem sem carne ou laticínios” (Imagem: Reprodução)

Como vegana e mãe de filhos veganos, a atriz e neurocientista Mayim Bialik, conhecida internacionalmente por séries como The Big Bang Theory e Blossom, publicou no último dia 11 um vídeo em seu canal no YouTube explicando como é possível criar crianças veganas.

Ela decidiu falar a respeito depois de receber perguntas sobre como seus filhos podem viver sem consumir proteínas de origem animal e o que ela diz a eles sobre o assunto.

“Você pode criar crianças veganas como crianças saudáveis. Ao contrário do que o lobby da indústria da carne e dos laticínios dizem, que decidem o que nós devemos comer, as crianças podem se desenvolver muito bem sem carne ou laticínios”, declara a atriz.

Além de algumas observações e informações que visam reforçar que consumir alimentos de origem animal é uma questão de condicionamento, Mayim lembra que é importante que veganos, crianças ou não, estejam com a vitamina B12 em dia.

“Muitas crianças veganas tomam suplementos de B12”, aponta e acrescenta que inúmeros estudos já deixaram claro que as pessoas necessitam de menos proteínas do que estão acostumadas a ingerir em um país ocidental como os Estados Unidos. Além disso, ela cita que as proteínas não estão apenas em carnes e laticínios e dá exemplos de boas fontes de proteínas de origem vegetal.

Mayim enfatiza também que ser vegano é uma decisão filosófica, e que pode trazer inúmeros benefícios para a saúde: “Também digo aos meus filhos que vale a pena fazer sacrifícios por um bem maior. Quero criar meus filhos para serem pessoas que questionam as coisas, pessoas que fazem pesquisas, pessoas que tomam decisões baseadas em uma combinação de fatos e sentimentos.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here