Artes Visuais

Artista revela olhar sensível sobre os animais que comemos

Quem não gostaria de evitar o sofrimento desnecessário decorrente da má intervenção humana? (Artes: Lindsay Leigh Lewis)

Após se tornar vegana, Lindsay Leigh Lewis começou a registrar, por meio da arte, um olhar sensível sobre os animais que comemos.

Com a intenção de chamar a atenção para a necessidade de entendermos que outros animais, assim como nós, partilham de emoções e sentimentos, a artista estadunidense que reside em Orange County (CA) concebe obras em que os personagens aspiram nossa empatia e respeito.

Afinal, quem não gostaria de evitar o sofrimento desnecessário decorrente da má intervenção humana? Animais como bovinos, suínos e galináceos, entre outras espécies que subjugamos com fins de consumo, não são diferentes de nós nesse aspecto.

Considerando isso, em uma de suas obras, Lindsay nos mostra um leitãozinho, que será reduzido a pedaços de carne, desalentado pela queda de seu semelhante, que sucumbiu à sofrida realidade do confinamento que termina apenas com a iminência da morte.

É um retrato da capacidade animal de ter empatia, de sofrer pela ausência do outro, de compadecer-se por sua dor e temê-la também pela extensão de sua própria.

Ao mesmo tempo em que o pequeno animal mira o próprio companheiro, ele também parece nos observar e nos inquirir a partir da expressão do olhar – numa associação de que aquela realidade só existe em consequência de nossos hábitos alimentares e displicência.

Um pintinho solitário e prestes a ser moído, como indesejado subproduto da indústria de ovos; um bezerro com a boca selada por um código de barra; e um porco recebendo um afago pouco antes de ter seu fim consumado pela degola em um matadouro. O que eles têm em comum?

Além do óbvio interesse em não morrer em nome do nosso prazer, são três criaturas de diferentes espécies que para livrarem-se de tais realidades dependem apenas de nossa vontade em abdicarmos do consumo de alimentos e outros produtos de origem animal baseados em partes de seus corpos.

Em síntese, as obras de Lindsay Leigh Lewis são um convite para refletirmos sobre o que estamos fazendo com os animais, já que temos condições de ir na contramão dessa violência legitimada.

Acompanhe o trabalho de Lindsay Leigh Lewis:

Website

Instagram

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Posts Recentes

Plataforma vegana oferece acesso gratuito a 90 filmes

A plataforma vegana de filmes por streaming VegMovies está oferecendo acesso gratuito a 90 filmes…

12 horas ago

Chega ao Brasil colágeno vegano bioidêntico para produtos alimentícios e de beleza

Como muitos produtos dermocosméticos, incluindo as balas gummies, possuem em suas composições ingredientes de origem…

13 horas ago

O que leva alguém a trabalhar matando animais?

Há inúmeras respostas e inferências sobre o que leva a alguém a trabalhar matando animais.…

15 horas ago

Delivery vegano registra 70% de crescimento no Brasil

No primeiro trimestre de 2022, a foodtech de delivery vegano Veggi teve crescimento de 70%…

1 dia ago

Senado votará PL que proíbe uso de animais no ensino, pesquisa e desenvolvimento de cosméticos

Com parecer favorável do senador e relator Alessandro Vieira (PSDB-SE), o Projeto de Lei da…

2 dias ago

A pedido de consumidores, Argentina determina identificação de produtos veganos

O governo argentino anunciou esta semana a resolução 5/2022, publicada no Diário Oficial, que atualiza…

2 dias ago