Notícias

Estudantes atacam colega vegano e tentam forçá-lo a comer bacon

“Ele chegou em casa e foi para a cama. Nunca passou por isso em sua vida. Ele não é uma criança violenta. Foi um ataque sem provocação”, explicou (Foto: Mirror)

Este mês, um adolescente vegano sofreu um ataque e ainda tentaram forçá-lo a comer bacon em Pembrokeshire, no País de Gales. O bullying foi praticado por outros estudantes da escola Mildford Haven. Em entrevista ao jornal britânico Mirror, Rachel, a mãe de Dante, relatou na semana passada que há algumas semanas outros garotos começaram a jogar carne em seu filho.

“Eles tentaram forçar meu filho a comer bacon”, disse Rachel, acrescentando que um adolescente o atacou enquanto outros ficaram assistindo. No momento da agressão, Dante, de 14 anos, tentou segurar os pulsos do agressor para impedi-lo de colocar carne em sua boca.

Mas o ofensor deu-lhe uma cabeçada e começou a socá-lo repetidamente na têmpora, segundo a mãe da vítima. “Recebi um telefonema da escola para dizer que Dante teve um ferimento na cabeça. Eles disseram que foi um incidente com um menino”, informou ao Mirror.

Na escola, Rachel encontrou o filho com o rosto todo vermelho por causa dos golpes. “Ele chegou em casa e foi para a cama. Nunca passou por isso em sua vida. Ele não é uma criança violenta. Foi um ataque sem provocação”, explicou.

Um relatório médico enviado para o Mirror revelou que Dante apresentou sintomas da síndrome pós-concussão, que é consequência de lesões na cabeça: “Os sintomas incluem comprometimento da função diária, dores de cabeça persistentes, tontura e problemas de memória, e podem persistir por várias semanas antes de melhorar.”

Rachel comentou também que o filho se tornou recluso e não queria mais sair de casa. Um porta-voz do Conselho do Condado de Pembrokeshire disse ao jornal na semana passada que a escola está investigando os incidentes internamente. Incomodada com a situação, Rachel optou por pedir ajuda à polícia na investigação do caso.

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Visualizar comentários

  • Notícias como esta fazem-me lembrar de um texto que uma blogger escreveu sobre os veganos serem violentos. Pedi-lhe para me dizer quantos episódios de bullying e/ou suicídio é que carnistas/especistas já sofreram com o veganismo, que em troca dava-lhe uma lista desses casos mas ao contrário. Gente sem noção.

  • Infelizmente tem seres que se incomodam por não vonsrguirem tal evolucao, conscientização, e partem pra ignorância, no fundo são incapazes de serem normais...

  • Isso é um absurdo. Precisamos acabar com esse tipo de preconceito o bulling contra que é adepto ao veganismo

Posts Recentes

Ninguém mais queria comer carne

Estava feliz em vê-los livres da violência. Embaixo da montanha havia a “Última Paragem”, para…

12 horas ago

Professor que luta pelo fim dos experimentos com animais é homenageado nos EUA

Professor emérito de psicologia da Universidade do Novo México, o bioeticista Dr. John Gluck, está…

13 horas ago

Carreras sugere que produtos apreendidos sejam doados a entidades que cuidam de animais

Nesta quinta-feira (23), o deputado federal Felipe Carreras (PSB-PE) apresentou um projeto de lei em…

17 horas ago

Holanda pode reduzir quase um terço da criação de gado

Está em discussão na Holanda um plano de redução de impacto ambiental que inclui a…

18 horas ago

Quando Jerome Flynn mostrou a realidade por trás do bacon

Em 2019, o ator britânico Jerome Flynn, mais conhecido internacionalmente como intérprete de Bronn na…

20 horas ago

Um animal não é uma propriedade

Passando por uma estrada de terra ouviu som estranho e quis ver de perto o…

1 dia ago