Número de ursos explorados para extração de bile cai mais de 90% no Vietnã

Equipe da Four Paws transportam urso até o santuário em Ninh Binh, no Vietnã (Foto: Four Paws/Proteção Animal Mundial)

Em 2005, 4,3 mil ursos eram explorados para extração de bile no Vietnã. Hoje, o total é inferior a 400, o que significa redução de mais de 90%, segundo dados da organização Proteção Animal Mundial.

“Trabalhamos com o Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural para garantir um acordo histórico para eliminar essa prática no Vietnã. Em colaboração com nosso parceiro local Education for Nature Vietnam (ENV) e o governo, fornecemos equipamentos e treinamento para a microchipagem desses ursos”, informa a organização.

Com os animais registrados e identificados, isso evita que sejam introduzidos nas chamadas “fazendas de bile”. “Chegamos longe, mas ainda há mais a fazer para acabar com essa crueldade de uma vez por todas. Agora precisamos convencer os agricultores a não comercializarem a bile de urso.”

60% das províncias livres de fazendas de bile

A entidade estima que 60% das províncias do Vietnã estão livres de fazendas de bile de urso. “O sucesso está ao nosso alcance. Com as pessoas ao nosso lado, continuaremos trabalhando com o governo e parceiros locais para que nenhum urso sofra em cativeiro.”

No final de 2020, com a ajuda de apoiadores, a Proteção Animal Mundial resgatou 15 ursos e os encaminhou para um santuário.

“Essas mudanças só são possíveis porque nossas equipes estão trabalhando em colaboração com o governo e organizações locais.”

Saiba Mais

A bile é extraída para a utilização na medicina tradicional chinesa.

David Arioch: Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)