Notícias

Na granja: “Deixavam as galinhas 45 dias sem comer nada, só à base de água”

“Me cortava o coração ver as galinhas desesperadas de tanta fome. Nesse intervalo de 45 dias, pelo menos 25% das aves não resistiam e morriam” (Foto: Reprodução)

O comerciante José Roberto Paranhos, de Paranavaí (PR), trabalhou durante anos em uma granja no Noroeste do Paraná. Ele conta que chegava às 6h para “tratar das galinhas”, coletar ovos e preparar ração. Não havia feriado ou domingo. O retorno era um salário mínimo, uma bandeja de ovos e uma galinha por semana.

“Doavam algumas galinhas que já não produziam ovos para instituições filantrópicas, como asilos, ou vendiam barato para pessoas de baixa renda”, relata. Mais tarde, a família que era proprietária da granja decidiu arrendá-la.

Então o novo proprietário colocou em prática uma estratégia até então desconhecida por Paranhos. “Como havia lotes de galinhas de baixa produtividade, porque elas já não eram tão jovens, deixavam as galinhas 45 dias sem comer nada, só à base de água. Era uma tremenda sacanagem que até hoje me deixa indignado com tamanha crueldade”, diz.

A “estratégia”, que José Roberto descobriu que já era muito comum nesse meio, causa um choque no organismo da galinha e a estimula a botar mais ovos caso a produção tenha caído ou estagnado. A prática conhecida como “muda forçada” era aplicada por até três vezes antes da galinha ser enviada ao matadouro.

“Me cortava o coração ver as galinhas desesperadas de tanta fome. Nesse intervalo de 45 dias, pelo menos 25% das aves não resistiam e morriam. O restante perdia todas as penas e só depois de 45 dias as penas começavam a reaparecer. E elas eram colocadas para botar [ovos] com as frangas. Esse é o retrato de um capitalismo selvagem. Será que vale a pena uma crueldade dessa?”, critica José Roberto Paranhos.

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Visualizar comentários

  • Isso acontece pois a maioria das pessoas sao coluio uma das outras pelo maldito medo ...a humanidade estão quase zeradas a maioria são zumbis e escravas da mentira apregoadas.....

  • Eu digo a realidade e minha opinião pode não ser publicada....???? É isso mesmo ou estou enganada.....(meu comentário aguarda moderação) ??????????Estão sendo moderados com o sofrimento alheio? Esse sistema é movido por mentiras atrás de mentiras...sao pouquíssimos q não acompanham a maioria e esses são apedrejados.....

Posts Recentes

A dor de ser bacon

Quando chegou em casa para o almoço, encontrou um porco na cozinha. Corpulento, ia de…

48 minutos ago

Queda na criação de aves estimula grupo avícola a investir em proteínas vegetais

A Louis Dreyfus Company (LDC), maior grupo avícola da França, anunciou este mês que estima…

21 horas ago

Aveda é reconhecida como marca livre de crueldade animal pela CFI

De acordo com informações da organização Cruelty Free International (CFI), a fabricante de cosméticos Aveda…

22 horas ago

PL que cria regime jurídico especial para os animais aguarda votação

O PL 6045/2019, dos deputados federais Ricardo Izar (Republicanos-SP) e Weliton Prado (Pros-MG), que propõe…

23 horas ago

Por que nunca mais comeu frango

Colocou um frango resfriado na cesta e sentiu líquido viscoso. Fez cara de nojo. Trocou…

1 dia ago

Serena Williams e Jake Gyllenhaal trocam ovo de galinha por ovo vegetal

A tenista Serena Williams e o ator Jake Gyllenhaal estão incentivando o consumo do ovo…

2 dias ago