Notícias

Feira Comida Vegana de Boteco retorna à Zona Leste de SP

Fotos: Comida Vegana de Boteco/Divulgação

No dia 25, das 12h às 20h, o Sindicato dos Metroviários recebe a Feira Comida Vegana de Boteco da Zona Leste de São Paulo, que deixou de ser realizada por causa da pandemia.

“Ainda estamos na pandemia, mas agora de braços vacinados”, diz a idealizadora do evento, Ananta Martins, acrescentando que objetivo é promover um veganismo acessível à região do Tatuapé. Para participar é preciso apresentar carteira de vacinação e usar máscara.

“Além do evento ser pela causa animal, a realização da feira nesta data busca também fortalecer a luta da classe trabalhadora metroviária que está enfrentando disputa por esse local contra os interesses do governo em vender o imóvel onde funciona o sindicato”, explica Ananta.

Ela argumenta que é ainda mais importante agora mostrar que o local cumpre um papel social, o que inclui sua utilização para ajudar a fortalecer o veganismo e a causa animal na região. “Já utilizamos o espaço com essa finalidade há alguns anos”, informa a idealizadora do evento.

“É um local de referência”

Segundo Ananta Martins, a Feira Comida Vegana de Boteco contribui com a economia ao valorizar a produção local e o trabalho de mães e famílias. “É um local de referência para o público variado de moradores da vasta Zona Leste de São Paulo.”

O Comida de Boteco Vegano segue a proposta das outras edições, ou seja, atrair não somente veganos e vegetarianos, mas também quem vê uma oportunidade de experimentar alimentos livres de carne, ovos, laticínios e de outros ingredientes de origem animal.

“É importante trazer copo, prato e talheres”, acrescenta Ananta. Além de refeições completas, salgados e doces, o evento comercializa outros produtos e é pet friendly, ou seja, permite a entrada de animais. Quem quiser, pode contribuir levando rações para doações.

“Pedimos que as pessoas estendam o nosso convite aos seus amigos e familiares. A entrada é gratuita e haverá feira de adoção de animais vacinados e castrados.”

Onde?

Rua Serra de Japi, em frente à Chocolândia – entre as estações do metrô Tatuapé e Carrão. Há estacionamento nos dois lados da rua.

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Visualizar comentários

Posts Recentes

O garoto que acompanhou frangos enviados para o abate

Tião transportava aves para abatedouros menores - frangos abaixo do peso médio e galinhas descartadas…

7 horas ago

Pesquisa estima crescimento de mais de 100% do mercado de alimentos veganos

De acordo com uma pesquisa da Allied Market Research, o mercado de alimentos veganos crescerá…

8 horas ago

Grupos da USP e Universidade de Lisboa realizam colóquio sobre perspectivas indígenas e descolonização dos animais

Na sexta-feira (3), das 10h às 12h30, os grupos Praxis, da Universidade de Lisboa, e…

9 horas ago

PL que torna obrigatória oferta de carne suína na merenda será avaliado na CCJ

Está na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara o PL…

11 horas ago

Crueldade em Brotas (SP) também é sobre consumo de leite e queijo

Sobre a crueldade envolvendo as mais de mil búfalas na Fazenda da Água Sumida em…

12 horas ago

Quem pensa no porco quando come sua carne?

Enquanto Bia comia lombinho de porco e enroladinho de bacon, ele olhava para Nestor e…

2 dias ago