Meio Ambiente

Joaquin Phoenix e Moby fazem apelo para ONU não ignorar o impacto ambiental da pecuária

“Adotar uma dieta mais baseada em vegetais é uma das ações mais impactantes que podemos tomar para evitar uma mudança climática catastrófica” (Fotos: Divulgação)

Um grupo de celebridades, que inclui Joaquin Phoenix, Moby, Alan Cumming, Alicia Silverstone, Evanna Lynch, Ricky Gervais, Billie Eilish e Stephen Fry, enviou uma carta a Alok Sharma, presidente da Conferência da ONU Sobre Mudanças Climáticas (COP26), que será realizada em novembro na Escócia.

Eles pedem que durante o evento a ONU não ignore o impacto da agropecuária na crise climática. A carta é uma iniciativa da organização Humane Society International (HSI) e faz parte da campanha #TheCowInTheRoom.

“Como a pecuária é uma grande fonte de emissões de gases de efeito estufa, é impossível cumprir as metas estabelecidas no Acordo de Paris sem fazer mudanças em nosso sistema alimentar global. Mesmo se todas as outras fontes importantes de emissões fossem reformadas, ainda assim estaríamos aquém [do nosso objetivo]“, consta na carta.

“Apelamos para que seja reconhecido formal e publicamente o papel da pecuária como um dos maiores contribuintes das mudanças climáticas e para que seja aberto um maior espaço de diálogo.”

A carta destaca que estudos mostram que reduzir a produção e o consumo de carnes e laticínios é uma das ações mais eficazes para evitar uma realidade catastrófica envolvendo as mudanças climáticas.

Importância de uma dieta mais baseada em vegetais

O músico e ativista vegano Moby frisa que a criação intensiva de animais para a alimentação está destruindo nosso planeta. “A pecuária é a segunda maior emissora de CO2 do mundo, mas permanece amplamente ignorada pelos líderes mundiais. A ciência é clara – adotar uma dieta mais baseada em vegetais é uma das ações mais impactantes que podemos tomar para evitar uma mudança climática catastrófica”, frisa.

“Portanto, se queremos proteger nosso planeta, devemos incluir a pecuária intensiva nas estratégias de mitigação das mudanças climáticas. A COP26 é a oportunidade ideal para fazer isso.” Moby acrescenta que é a ONU não deve ignorar a importância de uma reforma no sistema alimentar global.

“É imperativo que os líderes mundiais reconheçam e ajam para eliminar todos os principais impulsionadores da mudança climática, incluindo a pecuária industrial. A criação intensiva de animais é insustentável, e transformar nossos sistemas globais de alimentos em dietas mais baseadas em vegetais é uma das medidas mais eficazes de mitigação do clima”, reforça a vice-presidente da HSI para o Bem-Estar dos Animais de Fazenda, Julie Janovsky.

Ela aponta ainda que é uma oportunidade para restaurar a biodiversidade e ajudar a acabar com a crueldade promovida pela pecuária industrial.

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Posts Recentes

Animação contra testes em animais é premiada

O curta de animação contra testes em animais “Salve o Ralph”, produzido pela organização Humane…

7 horas ago

Estudo associa consumo de laticínios a maior risco de câncer

Um estudo realizado na China e publicado este mês no periódico médico BMC Medicine aponta…

8 horas ago

Kátia Abreu quer ampliar produção pecuária por meio da clonagem

Está tramitando na Câmara dos Deputados um projeto de lei da Senadora Kátia Abreu (PP-TO)…

10 horas ago

Como agonizam os peixes

Olhou um peixe numa fina faixa de areia onde a água mal encostava. “Que faz…

12 horas ago

Segundo estudo, consumo de carne precisa ser reduzido em 75%

De acordo com um estudo da Universidade de Bonn publicado em abril no Annual Review…

1 dia ago

PL que proíbe exigência de caução para internação emergencial de animais é rejeitado

Um projeto de lei que visa proibir a exigência de caução ou garantia similar em…

1 dia ago