Categorias: EconomiaNotícias

Pesquisa estima crescimento de mais de 100% do mercado de alimentos veganos

Foto: Paul Yeung/Getty Images

De acordo com uma pesquisa da Allied Market Research, o mercado de alimentos veganos crescerá mais de 100% até 2026 em relação a 2018, com uma taxa de crescimento composta de 10,5%.

Segundo a AMR, preocupação com o consumo consciente tem favorecido a expansão do mercado. “Além disso, nos últimos anos, houve um aumento no número da população vegana ao redor do globo.”

A pesquisa, pautada principalmente em alternativas à carne e aos laticínios, cita o crescimento da intolerância à lactose como um fator que também tem elevado o consumo de produtos veganos.

“Espera-se que as inovações em sabor e textura, assim como os mercados em desenvolvimento, proporcionem grandes oportunidades em um futuro próximo.”

Fatores como abstenção e redução do consumo de alimentos de origem animal por motivações éticas e de saúde e conscientização sobre o surgimento de doenças zoonóticas como a covid-19, que trouxe à tona novas reflexões sobre o consumo de animais, também são favoráveis à expansão do mercado de alimentos veganos.

Mais crescimento e mudanças de consumo

Campanhas de conscientização sobre o aumento das emissões de carbono e mais uso de terra e água para produção de proteína animal também têm contribuído para fazer muitos repensarem suas relações de consumo.

Conclusão parecida é encontrada em um relatório da Meticulous Research, que estima ainda uma taxa de crescimento anual composta de 11,9% até 2027. Segundo a MR, o mercado pode atingir um valor equivalente a mais de R$ 392 bilhões até lá.

Hoje as próprias entidades representativas da indústria de alimentos e de outros produtos em diferentes partes do mundo sabem que há uma mudança global em andamento, e que as empresas que estão na contramão da produção tradicional terão cada vez mais a oferecer porque entendem que uma preocupação unilateral com o lucro não combina com consumo consciente e sustentabilidade.

Possivelmente por isso hoje sejam vistas pelos mais tradicionalistas como uma ameaça. Há um entendimento de que não é algo passageiro, mas sim demandas que resultam de uma nova consciência por parte de um número crescente de consumidores.
David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Posts Recentes

Quanto vale a vida de um animal?

Viu um bezerro caído na estrada. “Foi atropelado?” Parou o carro e desceu. O animal…

2 semanas ago

Uma lâmina serve quanta violência no matadouro?

Ver um animal vivo e pouco depois observá-lo morto causou-lhe mal-estar. Estava ali para testemunhar…

3 semanas ago

Como os porcos vivem pouco

Não faz aniversário. Não passa de meio ano de vida. O que pode ser comemorado…

3 semanas ago

SP: Santuário Filhos de Shanti precisa de doações com urgência

Com sede em Pindamonhangaba (SP), o Santuário de Animais Filhos de Shanti está pedindo ajuda para arrecadar…

3 semanas ago

Mercado de alimentos veganos crescerá 42% até 2025

Um relatório da Business Research Company estima que o mercado de alimentos veganos crescerá 42%…

3 semanas ago

Novilha é enviada para santuário após escapar de matadouro em NY

Uma novilha que escapou este mês de um matadouro da cidade de Nova York foi…

3 semanas ago