Categorias: NotíciasPolítica

Representante do CFMV é a favor da exploração de animais para entretenimento

Foto: Elaine Menke/Câmara

Ontem (7), a Comissão do Esporte da Câmara discutiu o uso de animais para entretenimento por meio de “eventos esportivos”, um termo controverso, já que uma prática esportiva depende de consentimento.

No caso dos animais, eles são condicionados e forçados a participarem, o que significa que há uma ausência de escolha. Além disso, são práticas que visam lucro, o que significa a instrumentalização não humana em benefício humano – como ocorre em rodeios e vaquejadas.

O representante do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), Rodrigo Montezuma,  disse durante a audiência que não vê problema no uso de animais em “eventos esportivos” se houver regulamentação prévia.

Segundo Montezuma, a regulamentação, assistência técnica e fiscalização são mais eficazes porque “a simples proibição de atividades esportivas ou qualquer atividade com animais gera mercados paralelos”.

Além de não apontar problemas na atual legislação no que diz respeito a maus-tratos e crueldade animal, dando a entender que a “Lei dos Crimes Ambientais” já faz o suficiente, o representante do Conselho Federal de Medicina Veterinária pontuou que a regulamentação de uma prática deve levar em conta “a aptidão natural do animal” e citou os “galgos como corredores natos”.

Durante a audiência, ativistas em defesa dos animais citaram resgates de animais usados em rinhas e vaquejadas – como exemplo de maus-tratos e crueldade animal.

Um dos maiores defensores do uso de animais como entretenimento na Câmara é o deputado Capitão Augusto (PL-SP), que também participou da audiência de ontem.

Ele é líder da bancada da bala e autor de um PL que deu origem ao Dia Nacional do Rodeio, sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro em dezembro de 2019, além de ser o 2º vice-presidente do Partido Liberal.

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Posts Recentes

Plataforma vegana oferece acesso gratuito a 90 filmes

A plataforma vegana de filmes por streaming VegMovies está oferecendo acesso gratuito a 90 filmes…

12 horas ago

Chega ao Brasil colágeno vegano bioidêntico para produtos alimentícios e de beleza

Como muitos produtos dermocosméticos, incluindo as balas gummies, possuem em suas composições ingredientes de origem…

13 horas ago

O que leva alguém a trabalhar matando animais?

Há inúmeras respostas e inferências sobre o que leva a alguém a trabalhar matando animais.…

15 horas ago

Delivery vegano registra 70% de crescimento no Brasil

No primeiro trimestre de 2022, a foodtech de delivery vegano Veggi teve crescimento de 70%…

2 dias ago

Senado votará PL que proíbe uso de animais no ensino, pesquisa e desenvolvimento de cosméticos

Com parecer favorável do senador e relator Alessandro Vieira (PSDB-SE), o Projeto de Lei da…

2 dias ago

A pedido de consumidores, Argentina determina identificação de produtos veganos

O governo argentino anunciou esta semana a resolução 5/2022, publicada no Diário Oficial, que atualiza…

2 dias ago