A humanidade provocou a extinção de 322 espécies de animais nos últimos 500 anos

Dois terços dessas espécies desapareceram nos últimos dois séculos

O rinoceronte-negro-ocidental foi declarado extinto em 2011 (Acervo: Save The Rhino)

De acordo com um estudo publicado na revista Science, editada pela Associação Americana para o Avanço da Ciência, a humanidade provocou a extinção de 322 espécies de animais nos últimos 500 anos. Dois terços dessas espécies desapareceram nos últimos dois séculos.

“Vivemos em meio a uma onda global de perda de biodiversidade impulsionada pela antropogenia: extirpação de espécies e populações e, criticamente, declínio na abundância de espécies locais. Particularmente, os impactos humanos na biodiversidade animal são uma forma pouco reconhecida de mudança ambiental global”, informa a pesquisa, acrescentando que em média as populações animais de vertebrados que não foram extintas sofreram um declínio de pelo menos 25%.

No caso, dos invertebrados a redução é ainda mais preocupante – chegando a 67% das populações animais monitoradas. Segundo o estudo, essa perda de fauna global tem grande impacto sobre os ecossistemas e o bem-estar animal e humano, porque a defaunação acarreta desequilíbrio ambiental. O que tem facilitado esse processo é o desmatamento, redução ou destruição de habitat e a caça.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here