Pesquisar
Close this search box.

Pequenas Narrativas

Um menino perguntou ao avô por que ele matava galinhas. O homem respondeu que são animais “mais diferentes e menores, e que ‘exigem’ pouco”. Ele moveu...
Não é limpo. Não é usado pra passear. É pra afundar. É pra separar e depois matar O carrinho do bebê humano é diferente do carrinho...
Um caminhão que carregava porcos tomba, deixando vivos e mortos na estrada. Quem morre não é pensado como vida perdida, mas sim mercadoria que não poderá...
Semanas depois, já não demonstra o mesmo agrado pelo coelho. Acha monótono ter um coelho No período que precede a Páscoa, um coelho passa horas agarrado...
“Cadê o resto? E nem respira. Nem parece eles.” Mas lembrou-se de que era Páscoa No almoço de Páscoa, o menino observou duas travessas. Em uma,...
Observaram o cordeiro ser pesado, com olhos saltados, e imaginaram se ganharia peso o suficiente até o esperado domingo Para a Páscoa, um casal comprou com...
Olho para a escuridão que domina um espaço não humano, mas que não é não humano, é humano imposto ao não humano. Todo mundo amontoado e...
Em vez de espaço bom para circular, uma gaiola. Em vez de um chão para ciscar, um piso de arame. É para escoar fezes e urina....
Vi um caminhão transportando animais para o matadouro – parado por causa do congestionamento. Um deles mantinha a cabeça escorada entre a base e uma barra....
Sangue dos animais nunca deixa de ser derramado. Não importa se é manhã, tarde ou noite. E de madrugada? Sangue deve descer. Não é sobre acidente...