Akua: Macroalga vira principal ingrediente de búrguer vegano

Akua lançará seus sustentáveis kelp burgers no primeiro trimestre de 2021

A escolha da alga marinha como ingrediente é justificada pelos seus benefícios à saúde e vantagens ambientais – o que também não significa que sabor não seja uma prioridade (Fotos: Divulgação/Akua)

A Akua, uma startup dos EUA, está investindo no desenvolvimento de produtos alimentícios com um mesmo ingrediente principal – macroalgas da espécie kelp.

Com essa matéria-prima, a empresa lançará seus kelp burgers no primeiro trimestre de 2021, mas com uma diferença em relação ao que outras empresas que produzem búrgueres veganos têm feito nos EUA.

A Akua frisa que não visa mimetizar sabor e textura de produtos de origem animal. A escolha da alga marinha como ingrediente é justificada pelos seus benefícios à saúde e vantagens ambientais – o que também não significa que sabor não seja uma prioridade.

Ao utilizar as macroalgas, a startup dispensa o uso de terra ou água doce, assim como fertilizante ou ração. Isso proporciona uma pegada de carbono apontada como “mais adequada às preocupações da atualidade envolvendo desmatamento, poluição e mudanças climáticas”.

“Uma das formas de alimento mais curativas e saudáveis”

Além disso, o desenvolvimento de algas também é vantajoso porque que seu cultivo ajuda a ampliar a absorção de carbono, de acordo com a Akua, que também tem utilizado ingredientes como cogumelos, feijão preto, proteína de ervilha, quinoa e tomate.

“Criamos alimentos que podem alimentar o planeta de forma sustentável, ao mesmo tempo que revertem as mudanças climáticas e restauram a saúde dos oceanos. Todos os nossos produtos são feitos de algas cultivadas no oceano, que é uma das formas de alimento mais curativas e saudáveis ​​do planeta.”

O que também fortalece a aposta de que é possível criar um produto vegano com apelo aos consumidores e sem imitar a experiência do consumo de carne é o crescimento do mercado global de cogumelos – outro importante ingrediente em seus produtos.

“Cria novos empregos para nossas comunidades costeiras”

Segundo a startup, isso prova que há mais pessoas buscando alimentos que não se parecem com carne. Também prevê que as algas marinhas, ainda pouco exploradas e conhecidas no mercado de alimentos veganos, devem passar pela mesma expansão no futuro.

“Kelp também filtra carbono e nitrogênio da água e cria novos empregos para nossas comunidades costeiras. Obtemos nossas algas marinhas de uma rede de fazendas oceânicas regenerativas ao longo da costa nordeste dos EUA. A primeira alga com a qual estamos trabalhando é uma variedade de kelp chamada Saccharina Latissima.”

Saiba Mais

Kelp é uma das 10 mil espécies de macroalgas. É nativa das águas frias do litoral nordestino dos EUA e oferece benefícios nutricionais como vitamina A, vitamina E, vitamina K, tiamina (B1), riboflavina (B2), ferro, iodo, cálcio, potássio, magnésio, ômegas e zinco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here