Pesquisa revela presença de bactérias resistentes a antibióticos em carne de porco comercializada no Brasil

As análises feitas pela Universidade de São Paulo (USP) identificaram a presença generalizada de bactérias resistentes a antibióticos

Segundo a Proteção Animal Mundial, esse resultado alarmante pode revelar os danos causados pelo uso de antibióticos nos sistemas de criação de porcos (Foto: Jo-Anne McArthur/We Animals)

De acordo com informações da organização Proteção Animal Mundial, uma pesquisa encomendada pela própria ONG e divulgada hoje encontrou bactérias multirresistentes em amostras de carne de porco comercializadas em grandes redes de supermercados do Brasil, como Carrefour, Extra, Pão de Açúcar e Walmart.

As análises feitas pela Universidade de São Paulo (USP) identificaram a presença generalizada de bactérias resistentes a antibióticos. Pesquisas realizadas no Brasil, Austrália, Europa, EUA, China e Tailândia já haviam mostrado que quanto maior o uso de antibióticos, especialmente na ração ou água, maiores são as taxas de bactérias resistentes a antibióticos presentes entre animais criados em sistemas intensivos.

“O caso mais preocupante foi encontrado em carnes vendidas em lojas do Walmart, que apresentaram bactérias resistentes à colistina e ao ceftofour, antibióticos considerados de alta importância para a saúde humana pela Organização Mundial de Saúde (OMS)”, informa a Proteção Animal Mundial, acrescentando que esse resultado alarmante pode revelar os danos causados pelo uso de antibióticos nos sistemas de criação de porcos.

1 COMENTÁRIO

  1. Gosto muito das notícias do Vegazeta! Acho bastante úteis e informativas. Só sinto falta da citação de referências externas, como links para outras notícias e para artigos científicos. Acredito que isso traria mais credibilidade a esse projeto que é tão bacana!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here