Britânicos já não querem trabalhar nos matadouros

Como resultado, o volume de carne comercializado até o Natal deste ano deve cair

“Não parece que o salário é o problema. As pessoas simplesmente não querem fazer esse trabalho” (Foto: Animal Equality)

Na semana passada, a Farmers Weekly publicou uma matéria informando que atualmente há pelo menos dez mil vagas disponíveis nos matadouros do Reino Unido, e são vagas que ninguém quer preencher, de acordo com a Associação da Indústria Britânica de Processamento de Carne.

Como resultado, o volume de carne comercializado até o Natal deste ano deve cair. Segundo a Associação Britânica, eles tentarão atingir a “tradicional” oferta, mas admitem que será bem difícil, já que de um total de 75 mil empregos no setor, há um déficit de até 15%.

Além disso, a escassez de mão de obra no ramo não é tão recente. Segundo a Farmers Weekly, há 12 meses o setor passa por dificuldades no preenchimento de vagas nos matadouros. Mesmo oferecendo melhor remuneração de horas extras, o cenário é de poucas mudanças.

“Não parece que o salário é o problema. As pessoas simplesmente não querem fazer esse trabalho”, avalia o representante de compras da cooperativa escocesa Farmstock.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here