ONG divulga imagens chocantes de elefanta de 70 anos explorada em festival no Sri Lanka

"Tikiri se junta ao desfile até tarde da noite e por dez noites consecutivas, em meio ao barulho de fogos de artifício e fumaça"

“Ninguém vê seu corpo extremamente magro ou sua frágil condição escondida por trás de uma fantasia” (Fotos: Save Elephant)

A organização não governamental Save Elephant, sediada na Tailândia, está divulgando esta semana imagens chocantes de uma elefanta de 70 anos explorada no Sri Lanka.

Mesmo visivelmente debilitado, o animal é um dos 60 elefantes que trabalham por até dez noites consecutivas no Festival Perahera, também conhecido como o religioso Festival do Dente, segundo a Save Elephant.

“Tikiri se junta ao desfile até tarde da noite e por dez noites consecutivas, em meio ao barulho de fogos de artifício e fumaça. Ela anda muitos quilômetros toda noite para que as pessoas se sintam abençoadas durante uma cerimônia. Ninguém vê seu corpo extremamente magro ou sua frágil condição escondida por trás de uma fantasia”, lamenta o fundador da Save Elephant, Lek Chailert.

Além de mostrar a realidade de animais que mesmo após envelhecer continuam sendo submetidos a uma rotina extenuante, a organização lamenta o fato de que muitos ignoram as lágrimas e feridas do animal sob as luzes brilhantes que decoram sua máscara.

“Ninguém vê sua dificuldade de caminhar enquanto suas pernas são mantidas presas a algemas com correntes curtas”, acrescenta.

Saiba Mais

Contra o uso da elefanta Tikiri no festival, um abaixo-assinado foi criado no Change.org. Para assinar, clique aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here