Liv Kristine diz que viu só terror e brutalidade em matadouro

“Passamos pelo enorme pátio de um matadouro no meio do deserto, onde vacas estavam rodeadas por carcaças e morte"

“Havia um rio vermelho de sangue. Não havia um campo ou grama verde nos arredores, só terror, brutalidade e morte” (Fotos: Getty/AP)

Conhecida principalmente por ter sido vocalista das bandas de metal Theatre of Tragedy e Leaves’ Eyes, a cantora soprano norueguesa Liv kristine disse em entrevista à kenta Press & Agency, da Venezuela, em 19 de dezembro de 2014, que nunca encontrou grandes obstáculos por ser vegetariana.

“Sempre que posso visitar minha família na Noruega, gosto de estar em contato com a natureza e com a culinária vegetariana/vegana”, contou em entrevista à Screamer Magazine, de Los Angeles, em novembro de 2014, ao ser questionada sobre predileções alimentares e seu interesse em culinária.

Anos antes, em setembro de 2009, Liv Kristine, que diz ser contra a violência contra os animais inerente aos matadouros, relatou ao Blabbermouth, de Pasadena, na Califórnia, que tornou-se vegetariana há muitos anos e que ter uma alimentação mais diversa e baseada em alimentos vegetais frescos é uma prioridade.

No entanto, ela ressaltou que “nunca tentou impor nada ao filho”, até que em fevereiro de 2014, Leon acabou na sala de emergência de um hospital em Chicago depois de comer um pedaço de carne.

“Nesse mesmo dia, passamos pelo enorme pátio de um matadouro no meio do deserto, onde vacas estavam rodeadas por carcaças e morte. Havia um rio vermelho de sangue. Não havia um campo ou grama verde nos arredores, só terror, brutalidade e morte. Desde então, sem mais carne.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here