Ele morreria mais cedo, a mãe morreria mais tarde depois de uma vida de servidão (Ilustração: Vegan Misanthrope)

A criança chorava, forçada a ficar longe da mãe. Claro que não queria, mas não tinha forças para fazer a vontade prevalecer.

A mãe também tentou se aproximar. Não adiantou. Correu para alcançar o filho. Tarde demais. Manteve olhos no horizonte, vendo o caminhão se afastar com a criança na carroceria.

Enquanto a seguravam, parecia querer atravessar a cortina de poeira com os olhos. Balançou a cabeça e manteve a perspectiva.

A observava e ela reagia. Olhos baixos e escuros, fumaça cobrindo parcialmente a fronte. Um olhar sorrateiro, último registro daquele amor despedaçado pela violência da vida.

Ninguém chorou pela situação. Só os dois que amargavam as agruras da inocência, da intransigência e da sofreguidão. Ele morreria mais cedo, a mãe morreria mais tarde depois de uma vida de servidão.

Sobreviveriam as lembranças dos toques, das brincadeiras, das cabeças se tocando e se amornando. A bonomia da amamentação. Talvez o cheiro do campo, da relva. Sim, alguém de sensibilidade não esqueceria.

Mais surgiriam e mais morreriam. A história se repetiria muitas vezes no campo, quando fosse dada a ordem:

“Aqui o bezerro não mama mais. Esse leite é pra vender. Pode levar!” Seria muita sorte permitir que os dois se encontrassem como pedaços de bife sobre um prato.

Não! Não! Não! A morte, sob jugo humano, clama por destinos diferentes, destinos que não permitem encontros, porque quando a mãe partir os cascos da criança não existirão mais.

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Posts Recentes

Ministro alemão faz declaração contra o consumo de carne

Durante participação na conferência ZEIT für Forschung, realizada pela revista ZEIT e que terminou ontem…

3 horas ago

Temperatura média global pode exceder 1,5°C até 2026

Um novo estudo climático da Organização Meteorológica Mundial (OMM) aponta que existe 50% de chance de a…

3 horas ago

Segundo estudo, pugs são menos saudáveis que outros cães

Um estudo publicado esta semana pelo Royal Veterinary College, do Reino Unido, em um periódico…

4 horas ago

Há muito nos olhos de um animal pendurado para morrer

Lembro quando disseste que há muito nos olhos de um animal pendurado para morrer -…

5 horas ago

Plant-based: Urban Farmcy lança linha de pratos low carb

Inspirada na dieta low carb, de redução do consumo de carboidratos e aumento da ingestão…

1 dia ago

Conheça os deputados do PP que querem prejudicar os animais

O Progressistas, mais conhecido pela sigla PP, do qual já não faz parte o deputado…

1 dia ago