Ele morreria mais cedo, a mãe morreria mais tarde depois de uma vida de servidão (Ilustração: Vegan Misanthrope)

A criança chorava, forçada a ficar longe da mãe. Claro que não queria, mas não tinha forças para fazer a vontade prevalecer.

A mãe também tentou se aproximar. Não adiantou. Correu para alcançar o filho. Tarde demais. Manteve olhos no horizonte, vendo o caminhão se afastar com a criança na carroceria.

Enquanto a seguravam, parecia querer atravessar a cortina de poeira com os olhos. Balançou a cabeça e manteve a perspectiva.

A observava e ela reagia. Olhos baixos e escuros, fumaça cobrindo parcialmente a fronte. Um olhar sorrateiro, último registro daquele amor despedaçado pela violência da vida.

Ninguém chorou pela situação. Só os dois que amargavam as agruras da inocência, da intransigência e da sofreguidão. Ele morreria mais cedo, a mãe morreria mais tarde depois de uma vida de servidão.

Sobreviveriam as lembranças dos toques, das brincadeiras, das cabeças se tocando e se amornando. A bonomia da amamentação. Talvez o cheiro do campo, da relva. Sim, alguém de sensibilidade não esqueceria.

Mais surgiriam e mais morreriam. A história se repetiria muitas vezes no campo, quando fosse dada a ordem:

“Aqui o bezerro não mama mais. Esse leite é pra vender. Pode levar!” Seria muita sorte permitir que os dois se encontrassem como pedaços de bife sobre um prato.

Não! Não! Não! A morte, sob jugo humano, clama por destinos diferentes, destinos que não permitem encontros, porque quando a mãe partir os cascos da criança não existirão mais.

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Posts Recentes

O garoto que acompanhou frangos enviados para o abate

Tião transportava aves para abatedouros menores - frangos abaixo do peso médio e galinhas descartadas…

7 horas ago

Pesquisa estima crescimento de mais de 100% do mercado de alimentos veganos

De acordo com uma pesquisa da Allied Market Research, o mercado de alimentos veganos crescerá…

7 horas ago

Grupos da USP e Universidade de Lisboa realizam colóquio sobre perspectivas indígenas e descolonização dos animais

Na sexta-feira (3), das 10h às 12h30, os grupos Praxis, da Universidade de Lisboa, e…

9 horas ago

PL que torna obrigatória oferta de carne suína na merenda será avaliado na CCJ

Está na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara o PL…

11 horas ago

Crueldade em Brotas (SP) também é sobre consumo de leite e queijo

Sobre a crueldade envolvendo as mais de mil búfalas na Fazenda da Água Sumida em…

12 horas ago

Quem pensa no porco quando come sua carne?

Enquanto Bia comia lombinho de porco e enroladinho de bacon, ele olhava para Nestor e…

1 dia ago