Moby defende que o veganismo é pra vida toda

“Eu não poderia nem farei qualquer coisa que possa causar ou contribuir para o sofrimento de um animal"

“Minha vida não significa menos nem mais do que a vida de qualquer animal” (Foto: Reprodução/Instagram)

O músico vegano Moby se manifestou ontem sobre as recentes polêmicas envolvendo influenciadoras digitais que se identificavam como veganas, mas que foram flagradas consumindo alimentos de origem animal ou declararam que não são mais veganas.

Diante disso, Moby publicou ontem em sua conta no Instagram que “ultimamente tem visto muitas notícias de alguns influenciadores confusos que estão abandonando o veganismo”. O músico afirmou que pra ele o veganismo é pra vida toda, não importando o que aconteça.

“Eu não poderia nem farei qualquer coisa que possa causar ou contribuir para o sofrimento de um animal. Minha vida não significa menos nem mais do que a vida de qualquer animal”, comentou. Ao final, Moby incluiu uma hashtag em apoio à libertação animal.

Em maio, o músico vai lançar o seu livro de memórias “Then It Fell Apart” 20 anos após a estreia de “Play”, o seu quinto álbum. Publicado pela Faber Books, do Reino Unido, o livro conta com narrativas envolvendo David Bowie, Lou Reed, Eminem e David Lynch. Moby também deixou claro que 100% dos lucros serão destinados a organizações que atuam em defesa dos animais.

O músico tem sido apontado nos últimos anos como um dos artistas mais ativos na defesa dos direitos animais nos Estados Unidos, No ano passado, ele abriu mão de equipamentos musicais, coleções e vendeu uma casa para destinar recursos para um comitê médico vegano e para um projeto em defesa dos animais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here