PETA assa cachorro falso em protesto contra consumo de animais na Irlanda

"Quando se trata da capacidade de sofrer e sentir dor e medo, um cachorro não é diferente de um porco, uma galinha ou uma vaca"

Se você não come um cachorro, porque você come um boi, um porco ou uma ovelha?”, declarou Carmody (Foto: PETA)

Em uma ação contra o consumo de animais, membros da organização Pessoas Pelo Tratamento Ético dos Animais (PETA) assaram um cachorro falso em Dublin, na Irlanda, e em Belfast, na Irlanda do Norte, na semana passada.

O porta-voz do grupo, John Carmody, disse que as pessoas se sentem bem em comer bovinos, suínos e frangos, mas não animais de estimação. A ideia de preparar um churrasco com carne falsa de cachorro foi estimular as pessoas a refletirem sobre o fato de que elas comem alguns animais enquanto manifestam anseio em proteger outros.

“O que todos temos em comum é que somos feitos de carne e sangue, incluindo cães, gatos, bois e ovelhas. Se você não come um cachorro, porque você come um boi, um porco ou uma ovelha?”, declarou Carmody.

Aos transeuntes que paravam para ver o que estava acontecendo, eles pediam para que estendessem sua compaixão a todos os outros animais e considerassem o veganismo.

“Quando se trata da capacidade de sofrer e sentir dor e medo, um cachorro não é diferente de um porco, uma galinha ou uma vaca”, disse a diretora da PETA UK, Elisa Allen.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here