Categorias: Contos e Crônicas

Quando o gado saiu do matadouro com vida

Foto: Andrew Skowron

Aconteceu há muito tempo em um matadouro no interior do Paraná. Numa noite de dezembro, quando o abate de bovinos aumentou por causa da proximidade com o Natal, assim como os turnos da madrugada, havia 50 novilhos sendo preparados para a morte. Eram todos animais de uma mesma propriedade e nasceram com diferença de poucos dias.

Quando o primeiro foi encaminhado para o box onde seria abatido, os outros 49 bovinos, independente de distância, começaram a mugir. Paravam por um ou outro segundo e continuavam. Às vezes, em sequência, às vezes, em uníssono. Um dos magarefes decidiu falar com o encarregado.

Assim que ele se afastou do novilho, os outros pararam de mugir. Minutos depois, um homem entrou na zona de abate acompanhado do encarregado e com documentação da mesma fazenda que anulava a venda dos animais. “Pode liberar esse aí. Agora vamos precisar reunir com os outros.”

Era a primeira vez que bovinos saíam daquele matadouro com vida, sem ter partes acondicionadas em câmaras frias. Também era a primeira vez naquele horário e mês que não se ouvia berros, gemidos, sons de marreta, balanços nos grilhões e animais se debatendo de ponta-cabeça. Todos os funcionários olhavam com surpresa a partida.

Lá fora, uma brisa afagava cada vida não destruída, tocando-lhes as orelhas que ainda ouviam e sentiam. O silêncio foi seguido por mugido, repetido, mas que não inspirava nada de ruim. E os 50, chamados por seus nomes, foram colocados em outros caminhões e partiram, sem voltar para a propriedade de onde saíram.

Não foi o dono da fazenda que voltou atrás, mas seu filho que interviu e partiu para lugar desconhecido com os animais – e desconhecido até hoje.

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Visualizar comentários

Posts Recentes

Rejeitado por Kataguiri, PL que propõe alternativa à tração animal será avaliado por outro relator

Depois de ser rejeitado pelo deputado e relator Kim Kataguiri (União-SP) na Comissão de Trabalho,…

4 minutos ago

A dor de ser bacon

Quando chegou em casa para o almoço, encontrou um porco na cozinha. Corpulento, ia de…

2 horas ago

Queda na criação de aves estimula grupo avícola a investir em proteínas vegetais

A Louis Dreyfus Company (LDC), maior grupo avícola da França, anunciou este mês que estima…

22 horas ago

Aveda é reconhecida como marca livre de crueldade animal pela CFI

De acordo com informações da organização Cruelty Free International (CFI), a fabricante de cosméticos Aveda…

23 horas ago

PL que cria regime jurídico especial para os animais aguarda votação

O PL 6045/2019, dos deputados federais Ricardo Izar (Republicanos-SP) e Weliton Prado (Pros-MG), que propõe…

24 horas ago

Por que nunca mais comeu frango

Colocou um frango resfriado na cesta e sentiu líquido viscoso. Fez cara de nojo. Trocou…

1 dia ago