Quem come carne pode estar consumindo o dobro de resíduos agrotóxicos

Realmente a carne que chega à sua casa pode facilmente estar contaminada pela bioacumulação de resíduos de pesticidas

Não há obrigatoriedade de não dar-lhes alimentos contaminados com agroquímicos (Foto: Getty)

Pesticidas, herbicidas e fungicidas são um problema, isso é inegável, e precisamos discutir a respeito. Você já considerou que a carne é proveniente de um animal alimentado com vegetais contaminados com agrotóxicos? A indústria precisa apenas garantir que esses animais sejam alimentados para que um objetivo seja alcançado, que é a produção de carne.

Porém, não há obrigatoriedade de não dar-lhes alimentos contaminados com agroquímicos. Até porque eles vão morrer precocemente para depois irem para o seu prato. Também podemos considerar a seguinte reflexão:

“Se no Brasil os vegetais destinados ao consumo humano estão contaminados com agrotóxicos proibidos em outros países, o que será que não é possível encontrar na alimentação de animais criados para consumo?”

Ou seja, criaturas sem direitos qualificadas pela legislação como semoventes ou bens móveis. Realmente a carne que chega à sua casa pode facilmente estar contaminada pela bioacumulação de resíduos de pesticidas.

E a contaminação pode ocorrer de várias formas, e não apenas por meio da nutrição animal, mas também pela aplicação direta de agroquímicos nos animais e também no ambiente em que vivem. Quem já viu uma revoada de insetos perto do gado, sabe que isso não é tão incomum.

Segundo o artigo “Resíduos de agrotóxicos em produtos de origem animal”, publicado na Acta Veterinaria Brasilica, entre os maiores problemas da atualidade estão os pesticidas organoclorados, organofosforados e carbamatos encontrados em produtos de origem animal por bioacumulação.

E esses pesticidas podem trazer consequências como lesões nos rins, fígado, cérebro, coração, medula óssea e DNA; este último com potencial para causar câncer.

Basicamente, isso significa que quando alguém diz em tom satírico que um vegano ou vegetariano consome mais agrotóxicos por se alimentar de vegetais, e não de carne, isso não faz sentido se quem faz tal afirmação tem uma dieta rica em alimentos de origem animal.

Ademais, quem come carne, não come só carne, não é mesmo? Afinal, cereais, leguminosas, etc, também são fontes vegetais. Então quem consome carne pode estar consumindo o dobro de resíduos agrotóxicos em relação a quem não come.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here