Uma pizza vegetariana para um morador de rua

O pedido de Workman entrou para a história dos pedidos mais surpreendentes já feitos por um condenado antes da morte

Quando a notícia veio à tona, somente na cidade de Nashville, onde Workman foi executado, foram distribuídas centenas de pizzas vegetarianas para moradores de rua (Acervo: AP Photo/Mark Humphrey/Wholesome Patisserie)

Em 5 de agosto de 1981, Philip Workman, que vivia com a esposa e uma filha de oito anos em Columbus, na Geórgia, decidiu assaltar um restaurante em Memphis. Durante a ação, um funcionário acionou o alarme. Então três policiais logo chegaram ao Wendy’s, segundo informações do Murderpedia.

Quando percebeu que não restaria outra alternativa a não ser fugir, Workman, que à época era viciado em cocaína, correu até o estacionamento e durante a perseguição atirou e matou o tenente Ronald Oliver. Por esse crime, Workman foi condenado à pena de morte e executado por injeção letal em 9 de maio de 2007, no Estado do Tennessee.

Porém, o seu último pedido entrou para a história dos pedidos mais surpreendentes já feitos por um condenado antes da morte, pelo menos nos Estados Unidos. Workman disse que o seu último desejo era que servissem uma pizza vegetariana para um morador de rua. Como o Estado do Tennessee não permitia que pedidos fossem realizados em benefício de terceiros, o desejo de Philip Workman não foi atendido.

Quando a notícia veio à tona, somente na cidade de Nashville, onde Workman foi executado, foram distribuídas centenas de pizzas vegetarianas para moradores de rua, de acordo com a CNN. Segundo dados da Union Rescue Mission, só eles receberam 170 pizzas. Doações para moradores de rua também foram realizadas em outros estados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here