Categorias: Notícias

Robert Downey Jr investe em empresa que promete aperfeiçoar carnes e queijos vegetais

Por meio de seu fundo de venture capital FootPrint Coalition, o ator Robert Downey Jr está investindo na Motif FoodWorks, uma empresa de tecnologia em alimentos que promete aperfeiçoar queijos e carnes vegetais visando atrair consumidores que não se imaginam abdicando de produtos de origem animal.

Sediada em Boston, a Motif já desenvolveu o Hemami, que visa reproduzir por meio da proteína heme de origem não animal algumas características da carne. A empresa também desenvolveu o Appetex, uma tecnologia que imita a textura elástica do tecido animal, o que associa-se à suculência.

Segundo a Motif, o objetivo, que também é um desafio, é oferecer produtos melhores em relação à semelhança com alimentos de origem animal do que aqueles que estão disponíveis hoje no mercado.

“Se os alimentos à base de vegetais vão ter um impacto real na sustentabilidade, precisamos de uma abordagem que seja deliciosa e nutritiva”, disse Downey Jr. em um comunicado.

“Ao se concentrar em opções mais saborosas e mais saudáveis, a Motif não está apenas fazendo a diferença nos produtos de hoje, mas reimaginando o futuro dos alimentos à base de vegetais de amanhã.”

A empresa de tecnologia em alimentos tem trabalhado em parceria com o professor Alejandro Marangoni, da Universidade de Guelph, no Canadá, no desenvolvimento de tecnologias que prometem criar queijos vegetais que esticam e derretem como as versões tradicionais – o que vai ao encontro de uma reclamação constante de consumidores em relação aos queijos vegetais disponíveis no mercado.

Segundo a empresa, isso pode ser possível por meio da manipulação de prolaminas – proteínas vegetais encontradas, por exemplo, no trigo, milho e aveia.

Os primeiros produtos da Motiff que chegarão ao mercado ainda este ano são os hambúrgueres. Em 2023, a empresa pretende lançar alternativas à carne de frango.

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Posts Recentes

Sue Coe: “Animais criados para consumo são estuprados toda vez que são inseminados”

Em um vídeo com duração de cinco minutos disponibilizado pela revista ArtForum com a artista…

20 horas ago

Santuário Filhos da Luz precisa de ajuda para não fechar as portas

O Santuário Filhos da Luz, de Tramandaí (RS), que abriga mais de 300 animais, entre…

21 horas ago

Museu Mineiro recebe festival vegano no dia 21

No domingo (21), das 11h às 18h, o festival vegano Paraíso Veg será no Museu…

23 horas ago

Consumir proteína animal é financiar um sistema perverso

No Brasil, a ordem de consumo de animais é a seguinte: frangos, suínos e bovinos,…

24 horas ago

Toda hora tem boi a caminho da morte

Um percurso de criaturas pacíficas num momento pacífico? E vão lado a lado, como se…

2 dias ago

Plataforma vegana oferece acesso gratuito a 90 filmes

A plataforma vegana de filmes por streaming VegMovies está oferecendo acesso gratuito a 90 filmes…

3 dias ago