Notícias

Senadores uruguaios veem carne sintética como ameaça à pecuária

Senadores querem que Uruguai seja um dos primeiros países a proibir o termo comercial “carne sintética” (Foto: Andrey Popov/Getty Images)

Está em análise no Senado uruguaio uma proposta que proíbe o uso do termo comercial “carne sintética” por associação com a carne convencional, ainda que a princípio a carne cultivada em laboratório seja desenvolvida a partir de células de animais.

A previsão é de que a medida que tem grande apoio no Senado seja aprovada na Comissão de Orçamento nesta quarta-feira (25). Se o Projeto de Lei 274 for aprovado e sancionado, o produto não poderá ser comercializado como “carne sintética”, sob risco de multa, inclusive para restaurantes, supermercados e outros estabelecimentos.

“Maior ameaça que o Uruguai tem no mundo”

O senador nacionalista Sebastián da Silva, autor do substitutivo à proposta, declarou, segundo o jornal espanhol El País, que “a carne sintética é hoje a maior ameaça que o Uruguai tem no mundo”. Por isso, surgiu a iniciativa de fazer do Uruguai um dos primeiros países a proibir que os consumidores sejam levados a crer que se trata de produto análogo ao resultante do abate de animais.

“Quando se trata de alimentos contendo células de animais produzidas artificialmente em laboratório, não podem ser usados ​​para se referir a eles, anunciar ou comercializar, nomes associados a produtos de origem animal e seus derivados, nem utilizar qualquer rótulo, documento comercial, descrição ou representação pictórica, material publicitário ou de propaganda que indique ou sugira tratar-se de alimento de origem animal e seus derivados”, consta na proposta.

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Visualizar comentários

  • Maior ameaça? Estão de brincadeira. Ameaçado sente-se o gado, a cada vez que pecuaristas se ocupam dele, visando o lucro que podem dar, vivos ou mortos. Ameaçada sente-se a vaquinha, estuprada artificialmente toda a sua vida, com inseminacoes avessas à sua natureza e contra a sua vontade e sem poder nutrir seus bezerros, roubados delas para virar o baby bife. Ameaçados sentem-se os animais transportados nos navios de carga, sofrendo o diabo no trajeto longo até o destino final da morte que os aguarda. Hora da virada vegana, gente boa. Bora sujar as mãos com terra ao invés de sangue, bora plantar e colher a riqueza da terra sem precisar matar inocentes a fim de prosperar. Chega de matança, animais ameaçados já não suportam mais vocês. E o mundo também não.

  • Mais um pais latino americano com a economia primaria que prefere proteger sua elite atrazada do que seguir o caminho da inovação. Não vai me surpreender se o Brasil seguir o mesmo caminho: afinal o cultivo de gado é um valor absoluto nesse país. Tomara que percam todos os mercados e que a crise economica econômica gerada pela estupidez ensine aos neanderthais do agronegocio que o setor deles é inerentemente atrasado e que eles não merecem ser elite em lugar nenhum.

  • Governo de terceiro mundo são opressores, olha esta lei "OBRIGA" 99% da população que provavelmente quer comer carne mais macia, mais barata e preservar a vida na terra. E como sempre quer se proteger pois os donos da terra do gado, dos peixes são os políticos. Algumas peças podem cair mas o jogo sujo dos governos latinos nunca vira.

  • Bom, Vegano Nutella comendo carne vegetal de fábrica que mata boi é o que mais tem por aí. Tomando leite de castanhas por industrias que utilizam abelhas da indústria do mel pra ajudar a politizar plantações enormes também é o que mais existe por aí. Se é pra ser Vegano, que seja por completo !!! E que também seja contra mais tratos a humanos também. Até agora vegano, religioso é tudo hipócrita.

Posts Recentes

Rejeitado por Kataguiri, PL que propõe alternativa à tração animal será avaliado por outro relator

Depois de ser rejeitado pelo deputado e relator Kim Kataguiri (União-SP) na Comissão de Trabalho,…

15 minutos ago

A dor de ser bacon

Quando chegou em casa para o almoço, encontrou um porco na cozinha. Corpulento, ia de…

2 horas ago

Queda na criação de aves estimula grupo avícola a investir em proteínas vegetais

A Louis Dreyfus Company (LDC), maior grupo avícola da França, anunciou este mês que estima…

22 horas ago

Aveda é reconhecida como marca livre de crueldade animal pela CFI

De acordo com informações da organização Cruelty Free International (CFI), a fabricante de cosméticos Aveda…

23 horas ago

PL que cria regime jurídico especial para os animais aguarda votação

O PL 6045/2019, dos deputados federais Ricardo Izar (Republicanos-SP) e Weliton Prado (Pros-MG), que propõe…

24 horas ago

Por que nunca mais comeu frango

Colocou um frango resfriado na cesta e sentiu líquido viscoso. Fez cara de nojo. Trocou…

1 dia ago