Impacto ambiental preocupa mais consumidores do que saúde pessoal

“Quando questionados sobre quais motivos os consumidores têm para considerar alternativas à base de vegetais, eles dizem que as consideram mais saudáveis e melhores para o planeta” (Foto: Reuters)

Um relatório divulgado na semana passada pela Innova Market Insights revelou que o impacto ambiental já preocupa mais os consumidores do que a saúde pessoal. Isso também tem relação com o crescente reconhecimento de que a saúde da população também depende da saúde do planeta.

“Os consumidores expressaram um senso de responsabilidade sobre o futuro do planeta e disseram que isso está influenciando seus estilos de vida. Quando se trata de escolhas alimentares, as duas principais ações ambientais que as pessoas estão colocando em prática hoje são reduzir o desperdício (43% dos entrevistados) e comer com moderação (32%)”, informa o relatório baseado em pesquisas em 11 países.

A publicação que faz parte do Top Dez de Tendências para 2022 cita que as pessoas estão maios preocupadas com a alimentação e que isso coloca as alternativas aos alimentos de origem animal como segunda maior tendência para o ano que vem.

“Uma das maiores mudanças que estamos vendo é que a saúde do planeta agora é a principal preocupação dos consumidores”, diz a diretora de Insights Globais da Innova, Lu Ann Williams.

Alternativas à base de vegetais

“Quando questionados sobre quais motivos os consumidores têm para considerar alternativas à base de vegetais, eles dizem que as consideram mais saudáveis e melhores para o planeta.”

“A saúde pessoal tem sido a grande preocupação nos últimos anos, mas os consumidores nos dizem agora que isso foi superado por problemas globais. A sustentabilidade pode não ser o principal motivador de compra para todos os consumidores, mas para muitos é algo importante quando se trata de escolher produtos.”

Os entrevistados também citaram o desejo de diversificar a dieta como justificativa para o consumo de mais produtos à base de vegetais. “As pessoas procuram alternativas de qualidade que esses produtos podem oferecer.”

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Posts Recentes

Quanto vale a vida de um animal?

Viu um bezerro caído na estrada. “Foi atropelado?” Parou o carro e desceu. O animal…

3 semanas ago

Uma lâmina serve quanta violência no matadouro?

Ver um animal vivo e pouco depois observá-lo morto causou-lhe mal-estar. Estava ali para testemunhar…

3 semanas ago

Como os porcos vivem pouco

Não faz aniversário. Não passa de meio ano de vida. O que pode ser comemorado…

4 semanas ago

SP: Santuário Filhos de Shanti precisa de doações com urgência

Com sede em Pindamonhangaba (SP), o Santuário de Animais Filhos de Shanti está pedindo ajuda para arrecadar…

4 semanas ago

Mercado de alimentos veganos crescerá 42% até 2025

Um relatório da Business Research Company estima que o mercado de alimentos veganos crescerá 42%…

4 semanas ago

Novilha é enviada para santuário após escapar de matadouro em NY

Uma novilha que escapou este mês de um matadouro da cidade de Nova York foi…

4 semanas ago