Mercado de leite de cânhamo pode ultrapassar R$ 2 bilhões

“Aumento da preferência por produtos veganos também está acelerando a expansão do mercado"

Foto: Good Hemp/Divulgação

Com a demanda por novas fontes de leites vegetais, a semente de cânhamo tornou-se uma das opções emergentes no mercado global.

Com uma taxa de crescimento anual composta de 11%, a estimativa é de que o mercado de leite de cânhamo ultrapasse valor equivalente a R$ 2 bilhões até 2031.

Ganhando mais espaço principalmente na América do Norte e na Europa, o leite de cânhamo é visto como uma das atrativas alternativas para quem busca bebidas não lácteas orgânicas e nutritivas, de acordo com um relatório da Persistence Market Research.

“Aumento da preferência por produtos veganos também está acelerando a expansão do mercado”, informa a PMR e acrescenta que intolerantes à lactose também estão buscando outros leites vegetais que ofereçam um perfil nutricional superior ou algum diferencial em relação aos produtos mais conhecidos no mercado.

América do Norte e Europa

“O principal fator que contribui para a alta taxa de produção de leite de semente de cânhamo é a longa vida útil, sem a adição de conservantes ou produtos químicos”, diz a PMR.

Somente a América do Norte e a Europa detêm mais da metade do mercado global de leite de cânhamo, e dois países que estão se destacando nessa produção são EUA e Itália.

O relatório aponta que o leite de cânhamo tende a ter mais visibilidade no mercado de leites vegetais por ser rico em vitamina A orgânica, cálcio, vitamina D, vitamina B12, ferro, fósforo, zinco e ácidos graxos ômega-3, 6 e 7.

“Os fabricantes de leite de semente de cânhamo estão se concentrando em aumentar sua aplicação, investindo em pesquisas para desenvolver novos produtos.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here