ONU recomenda uma dieta mais rica em vegetais

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) publicou  uma lista de sugestões para que consumidores reduzam o seu impacto ambiental a partir das festas de fim de ano e das férias.

Uma das recomendações é consumir mais alimentos à base de vegetais e menos alimentos de origem animal. “Experimente uma dieta mais rica em vegetais neste período de férias. Culturas do mundo todo oferecem várias receitas baseadas em vegetais que são nutritivas e ecológicas”, frisa.

A publicação destaca que a produção de carne é uma das principais impulsionadoras da crise climática.

“Devido ao esterco e as liberações gastroentéricas, a pecuária é responsável por 32% das emissões de metano provocadas pelo ser humano. O metano é um poderoso gás de efeito estufa com um potencial de aquecimento global mais de 80 vezes maior que o do dióxido de carbono”, alerta.

O Pnuma destaca que incorporar mais vegetais na dieta pode melhorar a saúde humana e reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Também cita que o consumo de 100 gramas de carne por dia já é insustentável.

A lista de recomendações inclui ainda comprar roupas produzidas com menor impacto ambiental, adquirir e consumir produtos locais, comprar produtos de segunda mão e reduzir o desperdício de alimentos.

Segundo o Pnuma, o consumismo é um problema, porque quanto menos sustentável é a cultura de consumo, maior também será o estímulo às mudanças climáticas, perda da natureza e da biodiversidade, poluição e desperdício em geral.

Jornalista (MTB: 10612/PR), especialista em jornalismo cultural, histórico e literário e mestre em Estudos Culturais (UFMS).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *