Travis Barker lança canabidiol para cães e gatos

Baterista do Blink 182 lançou linha de CBD por meio de sua marca vegana Barker Wellness, dedicada a produtos voltados ao bem-estar humano e animal

No comunicado de lançamento, Barker Wellness frisa que as fórmulas foram desenvolvidas para ajudar principalmente animais com algum problema crônico (Fotos: Getty/Erin Stone/Pixabay)

Por meio de sua marca vegana Barker Wellness, dedicada a produtos voltados ao bem-estar humano e animal, o baterista do Blink 182, Travis Barker, anunciou este mês o lançamento de uma linha de canabidiol (CBD) para cães e gatos.

Os produtos comercializados em concentrações de 250 mg e 500 mg são isentos de THC, OGM, conservantes químicos e sabores artificiais. No comunicado de lançamento, a empresa frisa que as fórmulas foram desenvolvidas para ajudar principalmente animais com algum problema crônico.

“Se você convive com um animal já envelhecido ou com deficiência, sabe como pode ser difícil ver seu amigo peludo sofrer com a dor causada por ferimentos e problemas crônicos como artrite”, destaca.

“Embora os medicamentos prescritos possam ser eficazes, eles geralmente apresentam muitos riscos, efeitos colaterais preocupantes e até mesmo o potencial de uma overdose.”

Uso medicinal da maconha no Brasil

Com o crescente número de países discutindo cada vez mais a viabilidade do uso medicinal da maconha no tratamento de animais, um projeto de lei apresentado na Câmara dos Deputados em fevereiro deste ano defende essa utilização em todo o Brasil.

“Apesar de ainda dividir opiniões, cientificamente o uso medicinal de produtos à base de Cannabis (maconha) tem se tornado a cada dia menos controverso em nossa sociedade, tendo em vista o sucesso que vem sendo evidenciado no tratamento de diversas enfermidades”, defende Bacelar (Podemos-BA), autor do PL 369/2021.

O deputado lembra que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou em 2019 um novo regulamento para produtos medicinais derivados da maconha, porém, restringindo sua prescrição aos médicos habilitados pelo Conselho Federal de Medicina (CRM).

“Contudo, tem sido crescente o emprego de produtos de Cannabis na medicina veterinária, apesar da insegurança jurídica sobre a possibilidade de sua prescrição por médicos veterinários”, destaca Bacelar.

Clique aqui para opinar sobre o projeto de lei.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here