Veganos gravam rap e pedem mais empatia pelos animais

“Percebemos que há poucas músicas no Brasil que falam sobre veganismo”, avalia o rapper Matheus Vaz

Em parceria com amigos, o rapper Matheus Vaz gravou a música com temática vegana “Para Todos os Seres”, disponibilizada no Instagram e no canal da Casa Jubarte no YouTube. “Agora está na fila de espera para entrar no Spotify”, explica.

Na composição que tem como refrão o popular mantra em sânscrito “Lokah samastah, sukhino bhavantu” ou “Que todos os seres de todos os mundos sejam felizes”, Matheus contou com a participação do bodybuilder vegano Paulo Victor Pinheiro (Paru Vegan) e de Sita Beatriz e Gui Cavalcanti, que são ativistas em defesa dos animais e do meio ambiente.

“O Paru fez o beat do rap e a Sita e o Gui, da Casa Jubarte, que é um espaço permacultural e estúdio, me ajudaram com a melodia e o refrão”, informa Matheus, acrescentando que a composição nasceu em Alto Paraíso de Goiás (GO), na Chapada dos Veadeiros.

“Percebemos que há poucas músicas no Brasil que falam sobre veganismo”, avalia Matheus, reforçando que a intenção é pedir mais empatia pelos animais. “E rap é algo que na maioria das vezes aborda causas sociais em suas letras, então decidimos fazer um rap durante a quarentena com letra sobre veganismo e refrão em sânscrito”, destaca.

Saiba Mais

Sânscrito é uma língua ancestral no Nepal e da Índia, utilizada em religiões orientais como o hinduísmo, budismo e jainismo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here