Açougue vegano evita que Nestlé garanta exclusividade sobre termos do mercado vegano

“Espero que eles tenham percebido, assim como nós, que o termo ‘vegan butcher’ pertence a todos os comerciantes de carnes vegetais"

The Herbivorous Butcher iniciou uma batalha contra a Nestlé em setembro de 2019 (Foto: Glen Stubbe/Star Tribune)

De acordo com informações da revista VegNews, um açougue vegano de Minneapolis, no estado de Minnesota, nos EUA, conseguiu fazer com que a Nestlé desistisse de registrar os nomes comerciais “The Original Vegan Butchers”, “The Vegan Butchers” e “Vegan Butcher”, o que impediria que outras empresas pudessem usá-los nos EUA, ainda que houvesse algum complemento.

Fundado em 2016 pelos irmãos Kale e Aubry Walch, The Herbivorous Butcher, o primeiro açougue vegano dos EUA, segundo a publicação, iniciou uma batalha contra a Nestlé em setembro de 2019, quando, por meio do Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos, a gigante do ramo alimentício estava perto de garantir que nenhuma outra empresa pudesse usar os três nomes mais comumente associados aos açougues veganos no país.

A intervenção de Kale e Aubry motivou a desistência da Nestlé em garantir exclusividade sobre os termos. “Espero que eles tenham percebido, assim como nós, que o termo ‘vegan butcher’ pertence a todos os comerciantes de carnes vegetais que estão trabalhando em prol de uma alimentação melhor e de um amanhã melhor para animais e humanos. É um movimento e não deve pertencer a uma corporação ou qualquer negócio”, disse Aubry Walch à VegNews.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here