Brigitte Bardot pede que presidente francês interceda a favor dos animais

Brigitte falou sobre moagem de pintinhos, abate de animais sem atordoamento e consumo de carne de cavalo

Encontro com Macron ocorreu na última terça no Palácio do Eliseu (Acervo: Back Grid)

Na última terça-feira, 24, a ativista dos direitos animais e ex-atriz Brigitte Bardot foi recebida no Palácio do Eliseu, a residência oficial da presidência da república em Paris, pelo presidente Emmanuel Macron e sua esposa Brigitte. O motivo foi a discussão da causa animal na França. Segundo a Vanity Fair francesa, a ex-presidente do Movimento das Empresas da França (Medef), Laurence Parisot, que tem se interessado cada vez mais pela questão dos direitos animais, também participou da entrevista.

“Eu que não era uma fervorosa defensora de Macron, fiquei muito surpresa com a sua atenção, seriedade e boa disposição em relação a nós”, relatou Brigitte Bardot em entrevista à agência France-Presse. O encontro durou aproximadamente uma hora, e entre os assuntos discutidos estavam a moagem de pintinhos, o abate de animais sem atordoamento e o consumo de carne de cavalo. Brigitte pediu que Macron interceda a favor dos animais.

Macron se mostrou favorável à ideia de colocar um fim no consumo de carne de equinos na França, inclusive prometendo uma reunião até o final do ano. Porém, a ex-atriz não negou o seu clássico ceticismo: “Vi muitos presidentes. O último foi Nicolas Sarkozy. Ele me prometeu montanhas e maravilhas, e não fez nada”, desabafou à France-Presse.

Em maio, Brigitte Bardot enviou uma carta aberta ao atual governo reivindicando a instalação de câmeras de vigilância nos matadouros. O pedido nem chegou a ser discutido – foi desconsiderado. No entanto, a ex-atriz ainda tem esperanças de ver algumas mudanças por parte do governo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here