Bryan Adams defende que o consumo de animais está prejudicando o planeta

“O futuro é reconhecer que matar animais para consumo está ferrando o planeta”

Bryan Adams abandonou o consumo de carne em 1988, até que mais tarde se tornou vegetariano e então vegano (Foto: Getty)

Junto a uma foto em que aparece usando uma camiseta com a frase “Por favor, pare de matar as baleias”, no final de semana o músico Bryan Adams enviou um recado para seus seguidores no Instagram. “O futuro é reconhecer que matar animais para consumo está ferrando o planeta.”

A imagem publicada por Adams faz parte de uma campanha contra a matança de baleias, ainda praticada pelo Japão e por alguns países escandinavos. O músico lembrou que é chocante reconhecer que até hoje é preciso fazer campanha contra uma prática cruel que já contava com oposição na década de 1970.

“Ainda existem países que persistem como Japão, São Vicente/Bequia, Ilhas Faroe [Dinamarca] e Noruega que consideram aceitável matar esses magníficos gigantes. Não há necessidade, apesar de reivindicações culturais ou aborígenes de sustentabilidade”, reforçou. Ao final de declaração, ele usou a hashtag #govegan, mais uma vez convidando seus seguidores a se tornarem veganos.

Bryan Adams abandonou o consumo de carne em 1988, até que mais tarde se tornou vegetariano e então vegano. A primeira grande campanha de sucesso que contou com a participação do músico foi a construção de um santuário de baleias na Antártica na década de 1990.

Há alguns anos, em entrevista à organização Pessoas Pelo Tratamento Ético dos Animais (PETA), ele mandou uma mensagem bem clara para quem defende alguns animais, mas come outros: “Se você ama os animais, não os coma. Me oponho ao uso de peles de animais e a qualquer outro tipo de produto que use animais. Não como eles, e não me visto com eles”, declarou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here