Governo permite que caçadores brasileiros comprem até 15 armas

Segundo o decreto, caçadores registrados no Exército podem adquirir munições em quantidade superior ao limite permitido pelo Exército

Caçadores “devidamente registrados” também têm direito ao porte de trânsito (Foto: Getty Images)

Desde que o Decreto nº 9.785 foi publicado este mês no Diário Oficial da União, mudando as regras sobre armas, caçadores brasileiros passaram a ter o direito de comprar até 15 armas.

Segundo o decreto, caçadores registrados no Exército podem adquirir munições em quantidade superior ao limite permitido pelo Exército – desde que a solicitação seja feita por meio de requerimento.

Caçadores “devidamente registrados” também têm direito ao porte de trânsito. Ou seja, de transitar com armas de fogo do local onde as armas estão resguardadas até o ambiente onde as armas serão utilizadas.

O decreto, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e pelos ministros Sérgio Moro e Onyx Lorenzoni, define como caçador pessoa vinculada à entidade de caça que realiza “abate de animais conforme normas do Ibama”.

1 COMENTÁRIO

  1. Liberar os direitos que protegem os animais é impossível pra quem admira armas e coleciona. Liberar mais idéias e dinheiro para se ter uma educação adequada é improvável pra quem só pensa em caçar inocentes, quanta covardia promover a morte de seres inocentes. Espero que as próximas gerações tenham discernimento para aplicar saber o que é certo ou não.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here