Categorias: Notícias

Campanha da PETA aponta incoerência em ser ambientalista e consumir carne

Ônibus que circulam por Glasgow com mensagem pró-vegana (Foto: PETA/Divulgação)

Com o início da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26) no domingo (31), na Escócia, a organização Pessoas Pelo Tratamento Ético dos Animais (PETA) resolveu espalhar uma mensagem de que não faz sentido ser ambientalista e consumir carne, considerando o inegável impacto da agropecuária.

Além disso, exorta cada um a tornar-se vegano, que é a escolha mais adequada para quem visa contribuir com o meio ambiente. A mensagem está sendo transmitida por meio de painéis em ônibus que circulam por Glasgow, onde será realizada a conferência da ONU. O apelo da PETA também deve chegar ao Scottish Event Campus, onde se reunirão os participantes da COP26.

Mesmo ciente do impacto da agropecuária e já tendo destacado que uma dieta à base de vegetais é melhor para o meio ambiente, a ONU não tem encarado o problema com a seriedade que merece, e uma prova disso é que os convidados da conferência terão à sua disposição pratos que incluem peru, salmão e carne bovina.

Apelo das celebridades

Celebridades como Joaquin Phoenix, Moby, Alan Cumming, Alicia Silverstone, Evanna Lynch, Ricky Gervais, Billie Eilish e Stephen Fry enviaram uma carta a Alok Sharma, presidente da Conferência da ONU Sobre Mudanças Climáticas, pedindo que não ignorem o impacto da pecuária. Além disso, esta semana foi disponibilizado no canal da Humane Society International um vídeo em que Moby fez um novo apelo à ONU.

Em julho, Cumming criticou a Organização das Nações Unidas após confirmar que o evento terá alimentos de origem animal: “Considerando que a pecuária contribui para muitos dos graves problemas ambientais que o planeta enfrenta, espero que você concorde que servir carne enquanto tenta combater a mudança climática é como servir cerveja em uma reunião de Alcoólicos Anônimos.”

A mensagem da PETA circulará pela cidade escocesa até o dia 14 de novembro, dois dias após o fim da conferência.

“A ONU [já] declarou que uma transição global para a alimentação vegana é necessária para combater os piores efeitos das mudanças climáticas. A campanha é um alerta para qualquer pessoa que olhe para um prato com carnes sem considerar o impacto ambiental desses alimentos – ou os animais que sofreram por isso”, declarou a gerente sênior de campanhas da PETA, Kate Werner.

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Posts Recentes

O que é a carne?

O que é a carne? Sempre que falamos em carne é mais comum uma primeira…

17 horas ago

Como a violação sexual de animais pode ser normalizada?

Como a violação sexual de animais pode ser institucionalizada e normalizada? Quando fala-se em “reprodução…

2 dias ago

Por que comemos criaturas de vontades?

Não é difícil olhar para um animal e reconhecê-lo como criatura de vontades, porque seu…

3 dias ago

Quem se importa com o sofrimento dos frangos?

No Brasil, há sempre mais frangos sendo transportados para os matadouros do que bovinos e…

4 dias ago

Brasília: Picnik Festival terá área vegana coordenada mais uma vez pela FALA

Em uma edição especial no mês das tradicionais festas juninas, o Picnik Festival terá novamente…

4 dias ago

SP: VegNice realiza mais uma Festa Junina Vegana

No domingo (26), o bairro da Liberdade, em São Paulo (SP), recebe mais uma Festa…

4 dias ago