Centro de apoio vegano é inaugurado no Líbano

Objetivo é apoiar ativistas, distribuir gratuitamente comida vegana, exibir filmes e realizar eventos

“É o único centro de direitos animais e de apoio aos veganos no sudoeste da Ásia e no Norte da África que oferece workshops e palestras mensais (Foto: Lebanese Vegans/Divulgação)

Na terça-feira (22), o ativista vegano libanês Seb Alex inaugurou em Beirute o primeiro centro de apoio vegano do Líbano, que é resultado de uma parceria com a organização Lebanese Vegans.

O objetivo com o Lebanese Vegans Social Hub, que funciona em um centro cultural desativado há 20 anos, é apoiar ativistas, distribuir gratuitamente comida vegana, exibir filmes e realizar eventos.

“É o único centro de direitos animais e de apoio vegano no sudoeste da Ásia e no norte da África que oferece workshops e palestras mensais, distribuição semanal gratuita de alimentos e campanhas mensais de conscientização sobre os direitos animais”, explica a organização.

Campanha de financiamento coletivo e doações de comida

Além disso, o espaço conta um café – The Collective. “O centro, anteriormente usado como centro social e cultural pela família Hayek, foi também a casa de [Joseph] Hayek, que foi preso e executado pelo exército do Império Otomano por falar publicamente sobre a independência do Líbano.”

O projeto mantém uma campanha de financiamento coletivo e conta com doações internacionais para fortalecer a iniciativa em um momento de grande crise econômica no Líbano.

Vale destacar que após a explosão no porto de Beirute que matou mais de 200 pessoas e feriu milhares em 4 de agosto deste ano, Seb Alex e a organização Lebanese Vegans distribuíram refeições veganas para mais de duas mil famílias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here