Coca-Cola, Nestlé e Pepsi lideram poluição plástica mundial

Resultado é baseado em 484 limpezas realizadas pelo movimento Break Free From Plastic em mais de 50 países de seis continentes

Break Free From Plastic acusa marcas como Coca-Cola, Nestlé e PepsiCo de oferecerem falsas soluções para a crise do plástico (Fotos: Divulgação)

De acordo com um relatório divulgado esta semana pelo movimento Break Free From Plastic, a Coca-Cola, Nestlé e PepsiCo são as três marcas corporativas globais que mais contribuem para a poluição plástica mundial.

O resultado é baseado em 484 limpezas realizadas pelo movimento em mais de 50 países de seis continentes. Na lista das dez maiores empresas poluidoras também estão Mondelēz International, Unilever, Mars, P&G, Colgate-Palmolive, Phillip Morris e Perfetti Van Melle.

“Este relatório fornece mais evidências de que as empresas precisam urgentemente fazer mais para lidar com a crise de poluição plástica que elas criaram. Sua dependência contínua de embalagens plásticas de uso único se traduz em descartar mais plástico no meio ambiente”, informa o coordenador global da Break Free From Plastic, Von Hernandez.

Ele afirma que a reciclagem não é capaz de resolver esse problema, e que essas empresas precisam encontrar soluções inovadoras focadas em um sistema alternativo. A Break Free From Plastic acusa marcas como Coca-Cola, Nestlé e PepsiCo de oferecerem falsas soluções para a crise do plástico.

“A lista dos principais poluidores é novamente preenchida com algumas das marcas mais conhecidas do mundo”, reforça.

A coordenadora de campanhas sobre plásticos do Greenpeace no sudeste asiático, Abigail Aguilar, afirma que as estratégias utilizadas pelas grandes empresas têm servido apenas para proteger seus modelos de negócios.

“Os produtos e embalagens que marcas como Coca-Cola, Nestlé e PepsiCo estão produzindo estão transformando nosso sistema de reciclagem em lixo. A China proibiu efetivamente a importação de ‘reciclagem’ dos EUA e de outros países exportadores, e outros países estão seguindo o exemplo”, informa a coordenadora da Global Alliance for Incinerator Alternatives (GAIA), Denise Patel.

E acrescenta: “O plástico está sendo queimado em incineradores em todo o mundo, expondo as comunidades à poluição tóxica. Devemos continuar expondo esses verdadeiros culpados de nossa crise de plástico e reciclagem.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here