Política

Com altos subsídios à pecuária, governo incentiva desmatamento

No Brasil, nenhum segmento é tão beneficiado pelo governo quanto a agropecuária (Foto: AFP)

Ainda que as discussões sobre o impacto da produção agropecuária no meio ambiente estejam cada vez mais em evidência, e com alguns países europeus, por exemplo, discutindo a possibilidade de ampliar impostos sobre a produção de carne, visando contribuir com a desaceleração do desmatamento e das emissões de carbono, o Brasil, que tem o maior rebanho comercial de bovinos, não parece muito preocupado com os custos ambientais da carne.

Um exemplo disso pode ser encontrado nos valores dos subsídios oferecidos pelo governo federal à cadeia de carne bovina – uma média anual de R$ 12,3 bilhões, conforme informações do relatório “Do Pasto ao Prato”, do Instituto Escolhas.

Considerando a média de arrecadação com impostos, a diferença pode ser classificada como “pequena”, já que o governo tem recebido um valor próximo – R$ 15,4 bilhões.

“Na comparação com a totalidade da economia brasileira, os subsídios à cadeia da carne bovina são maiores tanto como proporção da arrecadação quanto como proporção do Produto Interno Bruto – PIB”, informa o Instituto Escolhas. Resumindo, isso significa que no Brasil nenhum segmento é tão beneficiado pelo governo quanto a agropecuária.

Valores são tidos como “conservadores”

Além disso, esses valores são tidos como “conservadores” porque não incluem benefícios concedidos por programas estaduais, municipais e dois federais – Fundo de Terras e Reforma Agrária.

Se o governo continuar fornecendo tantos subsídios à cadeia de carne bovina, como espera reduzir o impacto do desmatamento no país? Afinal, desflorestamento e queimadas têm sido cada vez mais associados em primeiro lugar à produção de carne bovina, que, por consequência, também gera grandes emissões de gases de efeito estufa.

Com tantos subsídios para o segmento, não há como ver isso de outra forma que não seja um convite ou endosso ao aumento da perda de cobertura florestal em biomas como Amazônia, Cerrado e Pantanal. Devemos ter em mente que o Brasil já tem um rebanho comercial de 222 milhões de bovinos, e isto em um país onde cada animal ocupa, em média, uma área de 1,2 hectare.

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Posts Recentes

A dor de ser bacon

Quando chegou em casa para o almoço, encontrou um porco na cozinha. Corpulento, ia de…

1 hora ago

Queda na criação de aves estimula grupo avícola a investir em proteínas vegetais

A Louis Dreyfus Company (LDC), maior grupo avícola da França, anunciou este mês que estima…

22 horas ago

Aveda é reconhecida como marca livre de crueldade animal pela CFI

De acordo com informações da organização Cruelty Free International (CFI), a fabricante de cosméticos Aveda…

22 horas ago

PL que cria regime jurídico especial para os animais aguarda votação

O PL 6045/2019, dos deputados federais Ricardo Izar (Republicanos-SP) e Weliton Prado (Pros-MG), que propõe…

23 horas ago

Por que nunca mais comeu frango

Colocou um frango resfriado na cesta e sentiu líquido viscoso. Fez cara de nojo. Trocou…

1 dia ago

Serena Williams e Jake Gyllenhaal trocam ovo de galinha por ovo vegetal

A tenista Serena Williams e o ator Jake Gyllenhaal estão incentivando o consumo do ovo…

2 dias ago