Comissão do Senado discute importância da preservação ambiental para evitar pandemias

Debate nesta sexta-feira (9) promete abordar os impactos diretos e indiretos da covid-19 no meio ambiente

Segundo Eliziane, o desmatamento na Amazônia, além de agravar a questão global sobre mudanças climáticas, provoca desequilíbrio no ecossistema capaz de gerar o processo que os pesquisadores denominam de “transbordamento” (Foto: Araquém Alcântara)

Nesta sexta-feira (9), às 10h, haverá um debate realizado pela Comissão Temporária da Covid-19, do Senado, que promete abordar os impactos diretos e indiretos da covid-19 no meio ambiente, assim como um plano de mitigação dos impactos ambientais pós-pandemia, segundo informações da Agência Senado.

A sessão será realizada a pedido da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), com o apoio do senador Confúcio Moura (MDB-RO). Em justificativa à necessidade do evento, o parlamentar lembra que o relatório “Fronteiras 2016: questões emergentes de preocupação ambiental”, do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) já havia apontado o desmatamento como fator de aumento das zoonoses, ou seja, doenças infecciosas que podem ser transmitidas entre pessoas e animais.

Segundo Eliziane, o desmatamento na Amazônia, além de agravar a questão global sobre mudanças climáticas, provoca desequilíbrio no ecossistema capaz de gerar o processo que os pesquisadores denominam de “transbordamento”, quando um vírus, por exemplo, passa de um determinado hospedeiro para outro.

“Questiona-se até que ponto a pandemia deve interferir nas prioridades da agenda ambiental, especialmente quanto às políticas públicas e à atuação dos setores que se relacionam com os direitos ambientais”, diz Confúcio.

De acordo com a Agência Senado, o evento deve contar com a participação do presidente da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan), Francisco Milanez, e da gerente de ciências da ONG WWF Brasil, Mariana Ferreira. Também foram convidados a pesquisadora em Saúde Pública da Fiocruz, Nelzair Vianna; o biólogo, virologista e pesquisador do ICB-USP, Luiz Gustavo Bentim Góes, e a diretora-executiva do Instituto Clima e Sociedade (iCS), Ana Toni.

Com o evento é interativo, você pode enviar perguntas para a comissão clicando aqui. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here