Demanda por iogurtes veganos pode fazer mercado mais do que dobrar

Segundo a FMI, a cada ano há mais consumidores substituindo os laticínios por produtos de origem vegetal

De acordo com uma pesquisa da Future Market Insights, a demanda por iogurtes veganos pode fazer o mercado mais do que dobrar até 2032, atingindo um valor de US$ 5,1 bilhões.

A cada ano há mais consumidores substituindo os laticínios por produtos de origem vegetal, incluindo iogurtes, segundo a FMI, que cita também o aumento da intolerância à lactose como um dos fatores de influência.

“Os fabricantes de iogurte vegano vêm experimentando e desenvolvendo diferentes bases e sabores.” No cenário global, o leite vegetal utilizado na produção tem fontes diversas – como nuts, coco, linhaça, soja e até cânhamo.

“Há iogurtes veganos ricos em ácidos graxos ômega-3 e que são mais naturais e fornecem fibras. Muitas variantes de iogurte vegano são ricas em minerais e vitaminas, além de cremosas e suaves.”

A pesquisa também destaca que há um grande potencial para oferta desses produtos em países em desenvolvimento, o que tem chamado a atenção de empresas que reconhecem a necessidade de rever suas opções.

Entre os sabores, a demanda mais elevada continua sendo por produtos com sabor chocolate. “Com base no tipo de produto, as vendas no segmento de iogurte vegano à base de amêndoas devem ganhar força durante o período de avaliação.”

Embora o mercado de vendas on-line esteja crescendo, os consumidores ainda preferem comprar iogurte vegano em lojas físicas. A pesquisa também aponta o aumento da demanda por opções com probióticos e culturas vivas.

Saiba Mais

A FMI estima que em 2022 o mercado de iogurtes veganos atingirá o valor de US$ 2,2 bilhões e terá uma robusta taxa de crescimento anual composta de 8,9% no período 2022-2032.

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 




 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here