Deputado quer que pecuaristas sejam indenizados por animais sacrificados

Jerônimo Goergen defende a criação do Fundo Nacional de Defesa Sanitária Animal (Fundesa) destinado a indenizar pecuaristas de todo o país

“O valor das indenizações e as ações emergenciais passíveis de apoio do fundo serão definidos em regulamento”, destaca Goergen (Foto: Agência de Defesa Agropecuária da Bahia)

Ontem (15), o deputado federal Jerônimo Goergen (PP-RS) protocolou um projeto de lei em que cobra que o governo federal pague indenização aos pecuaristas por animais sacrificados por questões sanitárias.

No PL 4583/2020, ele defende a criação do Fundo Nacional de Defesa Sanitária Animal (Fundesa) destinado a indenizar pecuaristas de todo o país “em razão do abate sanitário de animais de sua criação”. A intenção é favorecer a “reposição de bovinos”.

“O valor das indenizações e as ações emergenciais passíveis de apoio do fundo serão definidos em regulamento”, destaca Goergen.

E acrescenta: “A maior flexibilidade no uso desses recursos aumentará a agilidade, a efetividade e a robustez do sistema nacional de defesa sanitária animal.”

Vale lembrar que normalmente as doenças que atingem bovinos e que culminam no sacrifício do animal são desencadeadas pelas condições em que esses animais são criados, assim como sua exposição e trânsito associado à comercialização. Ou seja, uma consequência da própria cadeia agropecuária e indústria da carne.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here