Filme aborda conflitos de uma protetora de animais

Kathy é responsável por 200 aves e colocou em risco até mesmo o próprio casamento pelo seu trabalho em prol dos animais

Kathy tem uma relação de amor e respeito com patos, galinhas, gansos e perus, entre galináceos de outras espécies (Foto: For the Birds/Divulgação)

No dia 31, estreia nos Estados Unidos o documentário “For the Birds”, que explora os conflitos de uma mulher que se dedica aos animais.

Dirigido pelo cineasta vegano Richard Miron, o filme conta a história de Kathy, que tem uma relação de amor e respeito com patos, galinhas, gansos e perus, entre galináceos de outras espécies – resgatados de situações de maus-tratos e matadouros.

Ela é responsável por 200 aves e colocou em risco até mesmo o próprio casamento pelo seu trabalho em prol dos animais. Essa é uma das facetas exploradas por Miron, que destaca também como o universo da defesa animal está longe de ser simples como muita gente imagina.

O que começa como uma história sobre a batalha de Kathy contra outros grupos de defesa animal, se transforma lentamente em um drama íntimo sobre os custos do seu amor e compaixão pelos animais. Ela é obrigada a lidar com as mais diferentes lutas.

“Nós os amamos, comemos, os resgatamos, os confinamos – as contradições continuam. Já vi muitos documentários sobre direitos animais, mas havia uma determinada e sutil realidade que senti que eu não estava vendo na tela. Então comecei a fazer um filme que explorasse as morais áreas turvas da forma como tratamos os animais”, justifica.

Além do olhar sobre a questão animalista e vegana, em “For the Birds”, Miron quis também voltar a sua atenção para a fundamentação e consequência das escolhas humanas quando se voltam mais para os seres não humanos. O documentário estreia em Nova York no dia 31 e em Los Angeles no dia 14 de junho. Em julho, o filme vai ser disponibilizado nas plataformas digitais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here