Empresa australiana cria tecido a partir de sobras de coco

Com a matéria-prima que recebeu o nome de Nullarbor, já foi produzido um suéter que lembra raiom, algodão e até mesmo lã

Com a matéria que recebeu o nome de Nullarbor já foi produzido um suéter que lembra raiom, algodão e até mesmo lã (Foto: Divulgação)

A empresa australiana de tecnologia em biomateriais Nanollose criou recentemente um tecido a partir de fibras sustentáveis de resíduos de coco. Com a matéria-prima que recebeu o nome de Nullarbor, já foi produzido um suéter que lembra raiom, algodão e até mesmo lã.

A ideia de criar o tecido de fibras de coco surgiu em decorrência da preocupação com os problemas ambientais gerados pela cadeia produtiva de outras matérias-primas.

“A nossa fibra foi fiada em fio e transformada em tecido, depois transformada em uma peça de vestuário”, explicou o diretor administrativo da Nanollose, Alfie Germano ao TextileToday, lembrando que 150 milhões de árvores são cortadas ao ano, depois lascadas e tratadas com produtos químicos perigosos para extrair a matéria-prima usada para confeccionar fibras de viscose e raiom.

Já a fibra Nullarbor é feita sem prejudicar nenhuma árvore, segundo Germano. Sobre o processo de produção, ele explica que tudo começa em uma instalação onde micróbios fermentam naturalmente os resíduos de coco da indústria alimentícia, gerando uma celulose parecida com o algodão.

O ciclo de produção da Nanollose dura apenas 18 dias. Se comparado aos oito meses da indústria de algodão, isso representa bastante economia em uso de água, energia e até mesmo área de produção.

“Chegamos a um ponto em que nossa tecnologia está saindo do laboratório para a fábrica. Assim que atingirmos a escala industrial, os fabricantes terão uma nova opção ecológica”, assegura Alfie Germano.

Com o objetivo de garantir uma boa produção, a empresa está negociando com a indústria de coco da Indonésia, que tem um elevado índice de desperdício de resíduos de coco que podem ser reaproveitados na fabricação do tecido Nullarbor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here