EUA: Pacientes concordam que carne processada não deveria ser oferecida em hospitais

“[Esses são] os alimentos que, em primeiro lugar, podem ter contribuído com seus problemas de saúde. É hora de criar um ambiente alimentar mais saudável”

Barnard disse que não é coerente que um paciente acorde de uma cirurgia e se depare com uma refeição que inclui bacon e linguiça (Foto: iStock)

Uma pesquisa realizada pelo Comitê Médico pela Medicina Responsável (PCRM) em Washington, nos EUA, apontou que 83% dos pacientes concordam que carne processada não deveria ser oferecida em hospitais.

Segundo o coordenador da pesquisa, o médico Neal Barnard, isso mostra que os pacientes estão adquirindo nova consciência sobre hábitos alimentares.

“Agora está claro que a maioria dos pacientes gostaria de ver alimentos saudáveis ​​em suas bandejas hospitalares”, observou.

Barnard disse que não é coerente que um paciente acorde de uma cirurgia e se depare com uma refeição que inclui bacon e linguiça.

“[Esses são] os alimentos que, em primeiro lugar, podem ter contribuído com seus problemas de saúde. É hora de criar um ambiente alimentar mais saudável”, defendeu.

No ano passado, um projeto de lei (Bill 23-505) foi apresentado nos EUA, reivindicando que hospitais sirvam somente alimentos saudáveis – o que inclui refeições 100% à base de vegetais, assim como baixo teor de gordura, sódio e açúcares.

Clique aqui para saber mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here