Filantropo suíço doa US$ 1 bilhão para ajudar a salvar o planeta

Wyss: “A mudança climática está subvertendo os sistemas naturais em todo o planeta"

“De minha parte, decidi doar US$ 1 bilhão para ajudar a acelerar os esforços de conservação terrestre e oceânica em todo o mundo” (Foto: Aargauer Zeitung)

O filantropo suíço Hansjörg Wyss, fundador da Wyss Foundation, e que tem uma fortuna avaliada em US$ 5,6 bilhões, afirmou em artigo para o The New York Times que está doando um bilhão de dólares para ajudar a salvar o planeta.

De acordo com Wyss, atualmente estima-se que as espécies de plantas e animais estão desaparecendo mil vezes mais rápido do que antes da chegada dos seres humanos em áreas antes inexploradas. “A mudança climática está subvertendo os sistemas naturais em todo o planeta. Florestas, peixes e o abastecimento de água potável estão ameaçados, à medida que as indústrias extrativas avançam em direção à natureza”, lamenta o filantropo.

Ele diz que uma ideia que começou a ser considerada nos Estados Unidos no século 19 está ganhando espaço no mundo agora, como medida realmente eficaz de preservar uma parte substancial do planeta em seu estado natural – a ideia de que as terras selvagens e as águas são melhor conservadas não nas mãos da iniciativa privada, mas como parques nacionais públicos, refúgios da vida selvagem e reservas marinhas que permitam a interação do público e o reconhecimento da importância desses espaços. Segundo o filantropo, mais do que nunca o planeta precisa de proteção, e se nada for feito o mais breve possível, logo prejudicaremos os remanescentes lugares selvagens da Terra.

“De minha parte, decidi doar US$ 1 bilhão para ajudar a acelerar os esforços de conservação terrestre e oceânica em todo o mundo, com o objetivo de proteger 30% da superfície do planeta até 2030. Esse dinheiro apoiará os esforços de conservação liderados localmente no mundo todo, impulsionando o aumento das metas globais de proteção terrestre e oceânica, e buscando aumentar a conscientização pública sobre a importância desse esforço, além de financiar estudos científicos para identificar as melhores estratégias para atingir nossa meta”, justifica Hansjörg Wyss.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here