Filme vai relacionar coronavírus com exploração de animais

"Alex Lockwood e eu começamos a trabalhar neste filme quase seis meses atrás, muito antes de o COVID-19 começar a virar manchete"

(Foto: Getty)

O codiretor dos documentários “Cowspiracy” e “What the Health”, Keegan Kuhn, e o diretor do premiado curta-metragem “73 Cows”, que conta a história de um fazendeiro que abandonou a produção leiteira e virou vegetariano, se uniram para produzir um documentário, ainda sem título, que aborda o surgimento de doenças a partir da exploração de animais para consumo.

Entre as doenças que serão abordadas no documentário, que também fala da resistência antimicrobiana, estão as gripes suína e aviária, além do coronavírus (COVID-19), que tudo indica que possivelmente surgiu a partir de um mercado de animais em Wuhan, na China, em 2019.

“Alex Lockwood e eu começamos a trabalhar neste filme quase seis meses atrás, muito antes de o COVID-19 começar a virar manchete, porque os perigos das doenças zoonóticas em sua forma atual estão conosco desde que os humanos começaram a criar animais [para consumo]”, disse Kuhn em um comunicado.

Já Lockwood declarou que embora o público esteja se tornando mais ciente das ameaças de doenças zoonóticas, a agropecuária não tem recebido a atenção necessária da mídia como um meio de risco, que favorece o surgimento de doenças. “Com este filme, esperamos remover o véu da desinformação e da corrupção, que ajudam a fazer com que essa realidade científica seja abafada como se fosse um rumor.”

Saiba Mais

Em janeiro, a Netflix lançou a série “Pandemia”, que aborda o surgimento do coronavírus a partir do comércio chinês de animais vivos.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here