Foodtech recebe mais de R$ 63 milhões para ampliar produção de sorvetes veganos

“Estamos aqui para criar um sistema alimentar mais sustentável, responsável e humano”

Eclipse Foods já oferece seus produtos no varejo e para food service (Fotos: Eclipse Foods)

Quando o assunto são produtos à base de vegetais, o mercado de sorvetes veganos também está entre os que mais têm despertado interesse de investidores na atualidade, considerando a crescente demanda.

Um exemplo está em um relatório concluído em 2020 e disponibilizado pela ReportLinker, apontando que até 2024 esse mercado global deve receber um incremento de pelo menos R$ 3 bilhões.

Nos EUA, um investimento equivalente a mais de R$ 63 milhões recebido pela foodtech Eclipse Foods, que tem despontado no mercado de sorvetes veganos por oferecer produtos que imitam o sabor e textura das versões de origem animal, é uma recente prova desse crescimento e interesse.

Exatamente pela Eclipse ter chegado tão longe, o CEO Aylon Steinhart também está atuando como consultor de outras empresas que estão começando a investir no segmento de alternativas aos laticínios.

Além disso, ele tem sido convidado para discutir o futuro da indústria alimentícia em instituições de ensino como a Universidade Harvard, Yale, Stanford, Berkeley e Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

Primeiro sorvete indistinguível do sorvete à base de leite

Especialista em proteínas alternativas, Steinhart fundou a Eclipse com o chef e cientista de alimentos Thomas Bowman, e juntos já lançaram no varejo sorvetes veganos nos sabores chocolate, baunilha e cookie butter, além de 12 edições especiais direcionadas ao mercado de food service. Ou seja, sorveterias, restaurantes, etc.

“Criamos o primeiro sorvete à base de vegetais indistinguível do sorvete à base de leite, e são livres de todos os alérgenos comuns – soja, nozes, trigo ou lactose. É incrivelmente cremoso”, destaca a foodtech em seu site.

E acrescenta: “Estamos aqui para criar um sistema alimentar mais sustentável, responsável e humano.”

Projeções positivas para o segmento

Vale lembrar que as últimas pesquisas sobre o mercado de sorvetes veganos têm destacado que o potencial desse tipo de produto tem sido cada vez maior não apenas na América do norte e na Europa, mas também na América do Sul e na região da Ásia-Pacífico.

Em 2019, a Grand View Research já havia publicado um relatório prevendo que até 2025 o segmente de sorvetes veganos pode ultrapassar um valor de R$ 6 bilhões, com taxa de crescimento anual composta de 14,8%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here