Hospitais de Nova York terão de oferecer opções veganas a partir deste domingo

“Essa lei dá aos médicos uma oportunidade para discutir com os pacientes o poder de uma refeição à base de vegetais"

Pesquisas mostram que uma dieta rica em frutas, vegetais, grãos e feijão pode ajudar a combater doenças cardíacas, hipertensão, diabetes e câncer” (Foto: iStock)

A partir deste domingo (6), uma lei de Nova York, que surgiu a partir do projeto de lei S1471A, proposto pelo democrata Brad Hoylman e aprovado em 2019, passa a exigir que todos os hospitais do estado ofereçam a cada refeição pelo menos uma opção vegana aos pacientes e sem custos extras.

“Essa lei dá aos médicos uma oportunidade para discutir com os pacientes o poder de uma refeição à base de vegetais para ajudar a prevenir e reverter condições como doenças cardíacas, diabetes e obesidade”, avalia a diretora de educação nutricional do Comitê Médico pela Medicina Responsável (PCRM em inglês), Susan Levin.

Comitê médico vê mudança como positiva 

“Quase 1,7 milhão de nova-iorquinos têm diabetes e doenças cardíacas são responsáveis ​​por 40% de todas as mortes no estado de Nova York, de acordo com o Departamento de Saúde do estado. Pesquisas mostram que uma dieta rica em vegetais pode ajudar a combater doenças cardíacas, hipertensão, diabetes e câncer.”

Pacientes veem erro em oferta de carne processada 

Vale lembrar também que uma pesquisa realizada pelo Comitê Médico pela Medicina Responsável em Washington apontou que 83% dos pacientes concordam que carne processada não deveria ser oferecida em hospitais.

Segundo o coordenador da pesquisa, o médico Neal Barnard, isso mostra que os pacientes estão adquirindo nova consciência sobre hábitos alimentares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here