Investigação revela violência contra camelos e cavalos usados em passeios turísticos no Egito

Intenção do vídeo é motivar as pessoas a não utilizarem animais como meios de transporte no Egito

Vídeo mostra a realidade dos animais explorados no turismo egípcio (Imagem: Reprodução)

Uma investigação da organização Pessoas Pelo Tratamento Ético dos Animais (PETA) está denunciando a realidade de cavalos e camelos utilizados como meio de transporte em passeios turísticos no Egito, principalmente em Gizé.

Em um vídeo disponibilizado no final de semana, com duração de dois minutos, é possível ver inúmeros camelos e cavalos sendo espancados e chicoteados em locais públicos.

Alguns animais apanham não apenas de uma pessoa, mas de várias. Outros, visivelmente exauridos, caem no chão e não conseguem mais levantar.

Há também animais que aparecem bastante feridos e sangrando. E para piorar, quando não são considerados mais úteis, o destino comum é o matadouro, conforme diálogo divulgado no próprio vídeo.

A denúncia associa a violência contra cavalos e camelos ao turismo, já que esses animais são utilizados para servirem principalmente como meio de transporte em passeios turísticos.

Segundo a PETA, a intenção é gerar uma grande comoção que ajude a proibir que animais sejam explorados no turismo egípcio, onde são forçados a “trabalharem” sob sol escaldante e até mesmo sem comida ou água.

As imagens realmente surpreendem. Em outra cena, animais são agredidos com paus no Mercado de Camelos de Barqash.

A organização escreveu para a ministra do Turismo, Rania Al-Mashat, pedindo para que o governo utilize e incentive o uso de meios de transporte modernos como veículos elétricos.

Saiba Mais

Se quiser, você pode declarar o seu apoio à campanha contra essa prática assinando uma carta pré-escrita que será encaminhada à ministra do turismo do Egito – clique aqui.  

1 COMENTÁRIO

  1. São bestas, demônios … Todos irão pagar o preço por estas crueldades com animais indefesos. Que São Francisco de Assis protejam todos esses animais dessa barbaridade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here